Thiago Muniz, ontem durante a sessão da Câmara: “Precisamos de mais agilidade naquela obra!” – (Foto: César Augusto)

O vereador Thiago Muniz (Dem) alertou ontem (19), durante a sessão da Câmara Municipal, que a Prefeitura está correndo risco de perder parte dos recursos federais que serão investidos nas obras de duplicação da Avenida Poguba, devido à paralisação das obras desde o ano passado.

“Hoje as obras estão paradas e causando sérios problemas para os motoristas que trafegam na região. Tiraram até a capa asfáltica da avenida e arrancaram árvores. Hoje, devido a interdição da via, colocaram um desvio na contra-mão numa avenida lateral, de forma que coloca em risco de acidente os motoristas. As obras estão atrasadas e o prazo para investir os recursos federais está acabando. Precisamos de mais agilidade naquela obra”,cobrou o vereador.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————

————————————————————————————

 

 

Devido a interdição de parte da Avenida Poguba, houve um grande aumento no fluxo de veículos na Rua Elza Teixeira de Araújo, que passa em frente ao Horto Florestal, por onde são obrigados a desviarem os motoristas e motociclistas que antes passavam pela via principal. Com esse aumento no número de veículos que agora trafegam pela frente do Horto, aumenta o risco de atropelamentos e acidentes de trânsito no local.

O trecho da Avenida Poguba está interditado desde o final do ano passado, quando foi retirada toda a pavimentação asfáltica do trecho que vai da Rua Francisco Goulart, que é a continuação da Avenida Marechal Rondon, até o ponto em que a via se encontra com a Rua Dr. Reinaldo A. Costa. Essa intervenção faz parte da obra de duplicação dos cerca de 2,5 quilômetros da Avenida Poguba até a rotatória da Avenida Beira Rio.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here