Durante sua passagem por Rondonópolis na semana passada, e diante de um clima muito ruim com o prefeito da cidade, o governador Mauro Mendes (DEM), disse, por diversas vezes, que o compromisso dele é com os moradores do município. É fato que, após o forte apoio do prefeito José Carlos do Pátio (SD) ao ex-governador Pedro Taques (PSDB) nas eleições passadas, Mauro Mendes nunca fez questão de manter uma relação amigável, sendo que em muitos momentos houve o registro de críticas fortes e de forma pública, é preciso lembrar que de ambas as partes.

Contudo, mesmo chamando o prefeito de “amiguinho do Pedro Taques”, o que não se trata de um elogio, visto que o ex-governador deixou a gestão com muita rejeição, escândalos de corrupção, contas públicas em caos e derrotado de forma vexatória nas urnas, Mauro Mendes tem feito a sua parte por Rondonópolis. Recuperou o Anel Viário, resolveu alguns problemas na educação, não atrasou os repasses para a saúde, e tem de certa forma mantido os serviços do Estado funcionando, mesmo que não seja da forma que gostaríamos, mas bem diferente do caos recente que vivemos.

Na sua passagem por Rondonópolis, Mauro Mendes lembrou do grande número de votos que teve por aqui, e disse que os interesses da população vão sempre estar acima de qualquer picuinha. O prefeito tem feito a mesma defesa, de que é parceiro do Estado e está sempre aberto a ajudar. É isso que se espera de ambos, não precisam ser amigos, não precisam gostar um do outro, mas precisam se respeitar e respeitar a população.

Além disso, espera-se também que o governo não esqueça do interior do Estado, que ficou de lado durante a gestão passada. E se Rondonópolis cobra mais e merece mais atenção, é porque arrecada mais e ajuda mais o Governo do Estado. Por isso, a segunda maior economia de Mato Grosso precisa ter o olhar do governador da mesma forma que a capital recebe. Não se trata de ciúmes, mas de justiça!

Com ou sem a amizade do prefeito, o governador precisa ter sempre em mente que o cargo que ocupa exige grandeza, e tratar o povo de Rondonópolis, especialmente os eleitores que dedicaram a confiança em Mauro Mendes por meio do voto, com todo compromisso possível. Se ele e o prefeito vão ficar de “cara” feia um para o outro, isso pouco nos importa.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here