(Foto: Seduc/divulgação)

Uma reunião entre a secretária municipal de Educação, Carmem Garcia, e representantes da ADESMUR (Associação de Diretores de Escolas Municipais de Rondonópolis), no começo da noite desta terça-feira (11), decidiu pelo adiamento do início das aulas na rede municipal de ensino, que estava previsto para hoje (12).

Segundo o informado, as razões para o fato se baseiam na dificuldade encontrada pelos diretores de unidades de ensino em razão da falta de funcionários da empresa terceirizada Coopervale, que realizam os serviços de limpeza, merenda e vigilância, bem como a falta de estagiários para auxiliar os professores em sala de aula, no que diz respeito a atenção aos alunos Portadores de Necessidades Especiais, bem como os estagiários que dão suporte aos professores que atuam com os alunos da Educação Infantil na faixa etária de seis meses a três anos e onze meses.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Além disso, há ainda a falta de professores que foram convocados e não compareceram para a lotação, e ainda outros, que não conseguiram providenciar a respectiva documentação em tempo hábil.

Em razão disto, a direção da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e os diretores das unidades educacionais da rede pública municipal dizem que se viram impedidos de iniciar o período letivo nesta quarta-feira (12), como estava agendado no calendário escolar de 2020, e marcaram uma nova data: 17/02, próxima segunda-feira.

Para evitar qualquer prejuízo aos alunos, um calendário de reposição será elaborado pela equipe diretiva das escolas, sejam Emeis, UMEIs e CMEIs, com a participação efetiva dos Conselhos Deliberativos das Unidades Educacionais da Rede Municipal com a anuência da Semed.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here