Homem foi morto ontem a pauladas na região central da cidade – (Foto: Messias Filho)

Em cinco dias, a cidade de Rondonópolis teve o registro de cinco homicídios e duas tentativas. O último caso aconteceu na madrugada de ontem (6), quando um homem em situação de rua foi assassinado na região central do município. O homem foi identificado somente pelo apelido “Maranhão”, como era conhecido pelos colegas.

A Polícia Militar (PM) foi acionada por outras pessoas em situação de rua, alertando que um homem estaca caído no pátio de um estabelecimento comercial, com lesões na cabeça. No local, a situação foi confirmada e o Samu acionado para fazer a constatação do óbito. Com a realização da perícia, foi identificado que as lesões da cabeça eram oriundas de pauladas, tese reforçada com o depoimento de testemunhas que presenciaram o crime.

A prisão do suspeito do crime foi realizada em flagrante pela PM. Os policiais receberam a informação de que o homem que havia golpeado “Maranhão” estava nas proximidades e também era morador de rua. Localizado, ele foi encaminhado para a 1º Delegacia de Polícia e entregue aos cuidados da Polícia Civil, que será responsável pela investigação. O suspeito foi identificado como Wesley Rabelo Sobral, de 30 anos.

OUTROS CASOS

A onda de homicídios em Rondonópolis começou na manhã de sábado (1º), com o crime ocorrido no Jardim Rondônia. Marcos Lopes da Costa, 38 anos, foi assassinado a pedradas na Avenida Maringá, crime motivado supostamente por uma discussão iniciada em um bar na Avenida Rotary Internacional.

No mesmo dia, no período da tarde, o corpo de Erlon Sandro Lima do Nascimento, de 36 anos, suspeito de ser o autor do homicídio contra Marcos Lopes da Costa, foi encontrado em via pública de um bairro no final da Avenida Goiânia. O homem foi assassinado com requintes de crueldade.

Na madrugada de domingo (2), um jovem identificado como Luiz Henrique da Silva Oliveira, de 23 anos, foi assassinado com um tiro na nuca em um bailão no Jardim Maracanã. No dia seguinte, também próximo a um bailão, mas no Parque Sagrada Família, um homem foi baleado e encontrado pela polícia ferido dentro do seu veículo. Ele foi levado ao hospital pelo Samu.

Os outros dois casos aconteceram na noite de terça-feira (4), quando um adolescente foi assassinado no bairro Cidade de Deus e um homem baleado no bairro João Antônio Fagundes. Vitor Felix Soares, de 17 anos, morreu após receber vários tiros. Segundo as informações, ele foi surpreendido pelos criminosos em uma motocicleta quando estava em uma rua do bairro Cidade de Deus.

Já no bairro João Antônio Fagundes, um jovem que tomava tereré no quintal de sua residência foi baleado. Ele foi socorrido e levado ao Hospital Regional em estado grave, sendo que não há mais informações sobre seu atual estado de saúde.

 

1 COMENTÁRIO

  1. Nada contra o trabalho da PM, que faz o que pode e com eficiência, apesar da falta de material de trabalho e humano, mas, seria muito interessante que tivéssemos agindo um novo coronel Adib dos velhos tempos. Posso falar pois vivi nos anos 70 em Dourados/MS . Ele era uma bênção para a cidade, os “ratos” sumiam todos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here