Deputado federal José Medeiros estaria em rota de colisão com o presidente nacional do Podemos, o senador Álvaro Dias – (Foto: Arquivo)

 

Uma desavença política com o presidente nacional do Podemos, o senador Álvaro Dias, estaria segurando a pré-candidatura ao Senado Federal na eleição suplementar prevista para o dia 26 abril de 2020 do atual deputado federal José Medeiros (Podemos), hoje vice-líder de Bolsonaro na Câmara Federal.

Segundo informado à reportagem do A TRIBUNA, um desencontro entre Medeiros e Álvaro Dias, na última campanha presidencial, foi o estopim para a “perseguição política”.

Nas últimas eleições gerais, o deputado federal Medeiros anunciou publicamente o seu apoio incondicional ao presidente Jair Bolsonaro, que se elegeu pelo PSL. O apoio de Medeiros a Bolsonaro contrariou veemente Álvaro Dias, que também disputou a Ppresidência da República, mas acabou ficando na 9º colocação com 0,8% dos votos.

Após confirmada a cassação da senadora Selma Arruda, por suspeita de caixa dois, parte das lideranças do Podemos vem declarando que o partido terá candidatura ao Senado. Hoje a sigla é a segunda maior legenda do Senado. A senadora cassada se elegeu pelo PSL, mas depois se filiou ao Podemos.

As eleições suplementares para o Senado Federal em Mato Grosso vão ocorrer no dia 26 de abril, um domingo. Pelo calendário da eleição, as convenções devem ocorrer de 10 a 12 de março. O dia 17 de março é a data final para o registro de candidatura. A campanha eleitoral já poderá começar no dia 18 de março, inclusive na internet.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here