O egoísmo humano é a lágrima que seca em cada rosto.
Na sombra da vida encontro a paz divina.
Necessito de tempo para pensar e buscar a inspiração divina.
O criador do universo é minha capacidade.
A felicidade do homem é a infelicidade do próximo.
Eu gostaria de ter a capacidade de buscar o que o homem não busca.
Vejo através do olhar de cada pessoa sua beleza interior.
Não tenho medo do homem e sim de sua capacidade.
O segredo de amar está escondido na arte de viver a vida.
A preocupação às vezes tira a razão do ser humano.
No amargo da vida se caracteriza o sofrimento dos fracos.
Vejo no sorriso das crianças a esperança de um mundo melhor.
Guardo os meus sentimentos em um baú trancado com a chave da paixão.

(*) Joabe Tavares é poeta e historiador em Rondonópolis.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here