(Foto: Roberto Nunes/A TRIBUNA)

 

Os distritos industriais de Rondonópolis continuam sendo o retrato do abandono. Descaso do poder público com o setor industrial, que acaba colocando o título de segunda maior economia do estado em situação contraditória devido a falta de investimento em obras de infraestrutura, principalmente em asfalto. Nos distritos industriais de Rondonópolis, existem mais de 500 empresas em funcionamento, mesmo assim não recebem nenhuma atenção do poder público voltado a infraestrutura.

Caminhoneiros vindos de várias partes do país se deparam com a entrada do distrito industrial antigo tomada pelo mato nos canteiros centrais das suas vias. O capim colonião chega a um metro e meio em alguns pontos. Nas demais vias do local, o matagal já tomou conta dos passeios públicos e está invadindo as áreas de acostamento das pistas. Como se não bastasse o problema de limpeza, os motoristas que vão carregar ou descarregar nas indústrias têm que enfrentar os buracos nas pistas que estão para todo lado.

 

Situação da falta de infraestrutura é caótica no Distrito Vetorasso – (Foto: Roberto Nunes/A TRIBUNA)

 

A mesma problemática também se repete no Distrito Vetorasso, que fica entre as Rodovias BR-163/364. Nas principais ruas, a malha asfáltica já se deteriorou devido à falta de obras adequadas de drenagem. No local, os buracos são enormes e o tráfego intenso de caminhões fica lento no local. “Toda semana venho de Tangará da Serra para descarregar em Rondonópolis no Distrito Vetorasso. Passo por este vexame toda vez que chego para entregar a carga. Vejo esta falta de infraestrutura do poder publico como um descaso com a população que mora na cidade e aqueles que vem de passagem. É um relaxo do prefeito deixar as pistas nestas condições”, disse o motorista Lilco Kellner.

 

Em alguns pontos, o capim colonião já chega a um metro e meio – (Foto: Roberto Nunes/A TRIBUNA)

 

Ainda no mês de setembro do ano passado, o prefeito Zé Carlos do Pátio, voltou atrás de sua decisão de investir os R$ 56 milhões das emendas parlamentares da bancada federal do estado exclusivamente em obras de drenagem e pavimentação das ruas e avenidas dos distritos industriais de Rondonópolis e resolveu fracionar os recursos em diversas obras, deixando mais uma vez os distritos industriais em péssimas condições. Desde este anúncio, o poder público nunca mais divulgou sobre o andamento dos projetos com recursos voltados para os distritos industriais.

 

O matagal já está invadindo as pistas no distrito industrial antigo – (Foto: Roberto Nunes/A TRIBUNA)

 

“Já cobramos o prefeito por diversas vezes investimentos nos distritos industriais. Ele disse que é preciso priorizar o asfalto nos bairros, mas o povo dele, que ele diz que tanto gosta, precisa trabalhar nos distritos sofrendo com a falta de infraestrutura, assim como os empresários e os motoristas de cargas. Não sei o que dizer mais. O Governo Federal enviou recursos para recuperar a malha dos distritos e o prefeito deu outro direcionamento a um recurso que era exclusivo para os distritos. Mas não vamos fraquejar e iremos cobrar maciçamente a infraestrutura para os distritos, apesar de parecer que o prefeito não tem nenhum projeto ou planejamento para melhorias destas regiões”, disse o presidente da Associação Comercial de Rondonópolis (ACIR), Ernando Cabral.

 

Buracos no distrito industrial antigo tomam conta das ruas – (Foto: Roberto Nunes/A TRIBUNA)

 

5 COMENTÁRIOS

  1. SR. PREFEITO, PENSO EU QUE A VERBA DESTINADA PARA VIA DE ACESSO PARA DESLOCAMENTO AS EMPRESAS NOS PARQUES INDUSTRIAIS, FORAM ADQUIRIDAS POR EMENDAS DOS DEP. FEDERAIS. ESTA VERBA O SR .JA DIVIDIU COM OS BAIRROS PARA ASFALTAMENTO NO TOTAL DE 56.000,00 MILHÕES. PORTANTO O NÃO CONCERTO DAS VIAS PARA OS PARQUES INDUSTRIAIS, ESTA GERANDO FALTA DE RESPONSABILIDADE ADMINISTRATIVA POR PARTE DO SR. OBRIGADO

  2. ANTONIO PORTUGUES ESTA EM BRUXELAS E DIZ QUE RUA SETE DA RESIDENCIAL BELA VISTA ASFALTO ESTA PAGO E NADA AINDA FEITO QUAL E DESCULPA AGORA DOS POLITICOS ELE SE DIZ LESADO A VARIOS ANOS TEM LUTADO POR UMA MELHORIA DA CIDADE.

  3. ANTONIO PORTUGUES ESTA EM BRUXELAS E DIZ QUE RUA SETE DA RESIDENCIAL BELA VISTA ASFALTO ESTA PAGO E NADA AINDA FEITO QUAL E DESCULPA AGORA DOS POLITICOS ELE SE DIZ LESADO A VARIOS ANOS TEM LUTADO POR UMA MELHORIA DA CIDADE.

  4. Esse tal Zé pega a grana toda e investe em coisas que agradam o eleitorado, dele. Aqueles menos avisados, que votam por conta de um asfalto ruim, uma galeria mal feita, ou qualquer bobagem. Deixa de lado um setor que além de gerar empregos, gera renda, produção, e mantém a cidade com moral no Estado e no Brasil. Acorda Zé. Ou tá esperando chegar mais perto das eleições pra inaugurar obras e crescer nas pesquisas??????

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here