Prefeito Zé Carlos do Pátio vai ter mais autonomia para realização dos serviços públicos neste ano – (Foto: Arquivo)

 

O prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) poderá remanejar mais de R$ 200 milhões do orçamento municipal deste ano sem anuência da Câmara Municipal. Anteontem (22), foi aprovado pelos vereadores o projeto que autoriza o prefeito a remanejar mais de 20% do orçamento previsto para 2020. Na prática, significa que a administração municipal poderá usar recursos destinados a uma área para quitar outros tipos de débitos ou fazer algum investimento.

“Devido 2020 ser um ano eleitoral, o Município terá vários impedimentos para destravar muitas obras. Para isso, é preciso o prefeito ter um pouco de autonomia para entregar muitos serviços para a população de forma mais célere. No ano passado, que o orçamento foi menor do que o de 2020, a Prefeitura acabou remanejando foi cerca de 38%, se levarmos em consideração alguns decretos e as aberturas de créditos suplementar e especial, aprovados pelos vereadores”, disse o presidente da Câmara Municipal, vereador Cláudio da Farmácia (MDB).

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Para o presidente da Câmara, liberar o prefeito para remanejar 20% do orçamento não diminui as responsabilidades dos vereadores. “Cabe a nós fiscalizar as obras da Prefeitura e pontuar as ações do Município. Estaremos atentos as ações do prefeito e cumprindo o nosso papel de vereador. O remanejamento foi autorizado, porém como uma forma de beneficiar a população com o retorno mais rápido em serviços públicos”, externou.

O orçamento da Prefeitura de Rondonópolis para este ano é de pouco mais de um R$ 1,090 bilhão. Neste montante, o percentual reivindicado pelo prefeito à Câmara seria para remanejar quase R$ 220 milhões.

 

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here