Uma latinha,
Verde, azul e branca.
Desenho de pastilha,
Lacre plástico, tranca.

Não veio a lupa
Para as letrinhas.
Não veio a bula,
Entrelinhas.

Precessão dos equinócios
Para a leitura.
Muita teimosia,
Socrática abertura.

Do uso à meleca,
O balconista teima que é original.
Desanimadoras tentativas,
Pensei em até furar o metal.

Unguento.
Maktub!
Eureca! Reabriu…
Vaporub!

(*) Hermélio Silva é escritor e membro fundador da Academia Rondonopolitana de Letras, cadeira número 6.

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here