Corpo estava às margens do Rio Vermelho, próximo ao Cais de Rondonópolis – (Foto: Divulgação)

 

O corpo de uma mulher, não identificada até o fechamento da edição, foi localizado às margens do Rio Vermelho, em Rondonópolis, no fim da tarde de ontem (14). Em estado de decomposição, a vítima estava sem a cabeça, que foi localizada tempo depois nas proximidades do local em que o cadáver estava. O crime brutal pode não ter sido cometido no local, visto que a perícia inicial apontou que a área pode ter sido utilizada somente para “desova”.

Cabeça de vítima, que possivelmente foi decepada, foi localizada próxima ao corpo – (Foto: Divulgação)

A mulher foi localizada inicialmente por um pescador, que passava pelo local e sentiu um mau cheiro. Ele então se aproximou acreditando se tratar de um animal e, mais próximo, disse ter pensado ser um manequim de loja. Ele então foi até a área, em uma espécie de canal que fica entre o bambuzal aos fundos da antiga sede da Colônia de Pescadores Z3, próximo ao Cais de Rondonópolis, e encontrou o cadáver.

O pescador foi então até a 1º Delegacia de Polícia, que fica bem próximo ao local, e informou os policiais plantonistas. No local, eles localizaram inicialmente somente o tronco da mulher, sem a cabeça. Com a área próxima ao corpo vasculhada, a cabeça da vítima foi localizada.

O Corpo de Bombeiros foi acionado então para prestar apoio aos peritos da Politec e fazer a retirada da vítima do local de difícil acesso e, assim, os profissionais do Instituto Médico Legal (IML) fazerem o recolhimento.

A expectativa agora fica pelo reconhecimento da vítima por parte de algum familiar, para que a investigação sobre o caso tenha prosseguimento.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here