(Foto: Arquivo)

 

As contas do ex-governador Pedro Taques (PSDB) referentes ao exercício de 2018 foram aprovadas pela Assembleia Legislativa na noite da última sexta-feira (10). Mesmo com parecer contrário à sua aprovação da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária da Casa, as contas do tucano foram aprovadas com uma votação folgada, por 18 votos favoráveis e 5 contrários.

A Comissão havia rejeitado as contas de 2018 do ex-governador, pois segundo a sua relatora, a deputada estadual Janaína Riva (MDB), Pedro Taques teria cometido faltas graves e argumentou que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) tem o histórico de reprovar conta de prefeitos que tenham cometido as mesmas faltas atribuídas ao ex-governador. Segundo ela, o Ministério Público de Contas teria apontado 21 apontamentos graves e gravíssimos no seu relatório, o que justificaria a reprovação das tais contas. A deputada não compareceu à sessão que aprovou as contas do último ano de governo de Taques, certamente já prevendo que seu parecer seria rejeitado.

Apesar das inúmeras irregularidades, o TCE emitiu em agosto de 2019 um parecer favorável à aprovação das contas de Pedro Taques, no que foi acompanhado pela maioria dos deputados, que aprovaram as contas do ex-governador de 2018 em votação secreta. Logo após a votação, a Assembleia iniciou o seu recesso e só retorna aos trabalhos no início de fevereiro.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here