Além da formatura dos alunos, o encontro da Aradac também proporcionará uma apresentação de capoeira para a comunidade. Na foto, o professor Cuiabano, da Aradac, e Almir Araújo, da Associação de Moradores da Vila Cardoso – (Foto: Denilson Paredes)

 

A Associação Rondonopolitana de Apoio e Desenvolvimento da Arte da Capoeira (Aradac) fará nesse domingo (15) um encontro interno para avaliar o trabalho realizado durante o ano e fazer o seu planejamento para o ano que vem. Na ocasião, também acontecerá a cerimônia de formatura e troca de corda de seus alunos e uma apresentação pública das habilidades dos mesmos para a comunidade do bairro Vila Cardoso e vizinhança.

De acordo com o mestrando Edmilson Carias da Silva, o popular Cuiabano, a programação do encontro começa pela manhã, com a avaliação do trabalho desenvolvido pela associação em 2019 e começar o planejamento para o ano que vem. “A Aradac já vem ajudando no desenvolvimento da parte musical, técnica e da filosofia da capoeira, e queremos mostrar para o cidadão que existe outra forma de viver, outra forma de respeitar as pessoas. A capoeira procura sempre agregar coisas boas na cultura das pessoas. Nós temos um projeto na UFR e outro na Vila Cardoso, onde ensinamos a arte da capoeira para jovens e crianças”, explicou.

No período da tarde, acontecerá a formatura dos alunos que fazem parte dos projetos da Aradac e treinaram durante todo o ano em uma das turmas do projeto. “Eu sou responsável pela turma da UFR e o nosso amigo Bruno Paredes, conhecido como Tourinho, cuida da turma da Vila Cardoso. No domingo, vamos fazer a formatura de cerca de 25 alunos, que vão mudar de graduação”, completou.

Já a partir de 15 horas, haverá uma apresentação pública para a comunidade, que além da tradicional roda de capoeira, também contará com falas que contarão um pouco a história da capoeira e seus princípios filosóficos.

“Será um bom momento para as pessoas conhecerem um pouco sobre a capoeira e, quem tiver um filho em casa que está parado, precisando de uma atividade física, a partir daí poderá começar a participar da capoeira também. É um momento único para a interação da comunidade com o projeto e a Associação de Moradores do bairro é parceira do projeto e nossa sede é uma base para a Aradac. Em contrapartida, eles abriram para que as pessoas da comunidade possam fazer as aulas de capoeira. Nós estamos muito contentes com o resultado”, afirmou.

O evento contará com a participação do Mestre Morcego, de Cuiabá, e a entrada será de graça.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here