Obra está em fase de acabamento e deve ser entregue nos próximos dias – (Foto: Divulgação)

 

A duplicação da BR-163, na região do Trevão de Rondonópolis, deve ser concluída nos próximos dias. A concessionária que administra a rodovia e é responsável pela construção de mais uma pista de rolamento na saída para Campo Grande, entre o km 117,6 e o km 119,4 da rodovia, informou que a obra já está na fase de plantio de grama, em etapa final. A nova pista, já liberada para o tráfego, também está com a sinalização completa.

O tráfego no trecho da rodovia está em análise pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a concessionária Rota do Oeste. “Antes, o local contava com apenas uma faixa para passagem de veículos, o que resultava em congestionamentos. Vale lembrar que o tráfego na região é predominantemente de veículos de cargas”, explica o gerente de Obras e Conservação da concessionária, Jorge Raffide.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Recentemente, o acesso para a BR-364 na rotatória foi bloqueado para um teste, obrigando que os motoristas que estavam na BR-163 e desejavam acessar a BR-364, sentido Goiás, trafegassem por mais alguns metros e utilizassem um retorno. Contudo, como a obra ainda estava em andamento, o teste acabou sendo suspenso e não está descartado que seja retomado.

Na avaliação do chefe da Delegacia da PRF de Rondonópolis, Inspetor Audynei Rocha, a fluidez melhorou com a nova pista. “A PRF seguirá acompanhando o comportamento do tráfego na região. Vamos aguardar a liberação total da pista para avaliarmos se haverá necessidade de alguma nova intervenção viária. Por enquanto, percebemos uma melhora satisfatória no andamento do fluxo de veículos”, disse.

 

TREVÃO – Embora a questão da duplicação esteja finalizada, outro problema grande no local, o próprio Trevão, deve ter um encaminhamento em 2020. No início, a obra de duplicação também previa a readequação do Trevão, mas houve um entrave entre a Prefeitura de Rondonópolis e a concessionária, que causou um fatiamento do projeto.

Neste próximo ano, a readequação do Trevão deve novamente entrar na pauta, com a necessidade de aprovação de um novo projeto junto a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here