1. SHOULDER STEAK, MACIA E SABOROSA EM QUALQUER PONTO

Macio como o filé mignon, o shoulder steak é muito saboroso e requisitado. Nele, a gordura está exatamente no meio da peça e, quando aquecida, desaparece completamente, deixando a carne bovina ainda mais macia. Sua qualidade é tão grande que a carne continua saborosa e suculenta mesmo ao passar do ponto ideal.

Essa é uma peça extraída do dianteiro do boi. Geralmente, seu corte mais famoso é feito na transversal, com a fibra correndo pelo meio e em formato ovalado — daí vem outro nome pelo qual o corte é conhecido: raquete.

 

2. BIFE DE CHORIZO, A CONSAGRAÇÃO ARGENTINA
O bife de chorizo é um ícone do churrasco argentino. Ele é retirado do centro do contrafilé e tem uma generosa capa de gordura na lateral. Graças a ela e ao músculo pouco trabalhado, a carne é macia e, assim como o shoulder steak, fica muito suculenta e úmida quando aquecida. Apesar de ser parte do contrafilé, o bife de chorizo tem características muito específicas de textura e sabor.

 

3. COSTELA PREMIUM, UM BIFE ANCHO COM OSSO

A costela é uma carne muito tradicional para os brasileiros, principalmente no sul do Brasil, onde ela é preparada nos churrascos de chão. Mas a costela premium é muito mais do que isso: ela é cortada na parte de cima, nas oito últimas vértebras do boi, onde os ossos são mais largos e a carne mais gorda.

Na prática, ela é o bife ancho com o osso. Isso significa que essa é uma carne marmorizada — ou seja, a gordura está entre as fibras da peça. Essa característica confere um sabor tão especial que temperos não são recomendados em seu preparo.

 

4. CARRÉ DE CORDEIRO, CARNE MAGRA DE SABOR SUAVE

O carré de cordeiro é um dos preferidos de quem quer impressionar. Sua carne é macia, suculenta e muito saborosa. Além do churrasco de alto nível, ela também fica perfeita quando grelhada. Esse é um corte retirado do lombo do cordeiro, conhecido como corte francês, entre a oitava e a décima terceira costelas.

 

5. PICANHA, A RAINHA DAS CARNES NOBRES PARA CHURRASCOS

Não é sem motivo que a picanha é a preferida dos churrascos brasileiros. Ela é retirada do início do coxão duro e tem uma capa de gordura que faz toda a diferença no seu preparo. Na churrascaria, pode vir em fatias finas ou grossas, assada no espeto ou a peça inteira. O importante é que a gordura tenha tido tempo de derreter vagarosamente e impregnar na carne.

Escolher carnes nobres para churrascos é uma questão de estilo e bom gosto. Nada melhor que conhecer suas opções e pedir o prato perfeito para impressionar quem o acompanhar à churrascaria. Seja em um almoço de negócios ou uma situação especial, qualquer um desses cortes estará à altura dos seus convidados e, sem sombra de dúvidas, serão o perfeito acompanhamento para uma conversa importante.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here