Aylon Arruda: reeleito para mais um mandato à frente do Sindicato Rural de Rondonópolis – (Foto: Divulgação)

 

O atual presidente do Sindicato Rural de Rondonópolis, Aylon Gonçalo de Arruda, foi reeleito ontem (3) para mais um mandato à frente da entidade. Ele foi candidato de consenso entre os associados e concorreu com chapa única, tendo agora pela frente a missão de comandar a entidade no triênio 2020/2022.

Na avaliação do empresário, a sua primeira gestão frente ao Sindicato Rural foi marcada por desafios, mas também por avanços. “Nós tivemos o fim da contribuição sindical, o que diminuiu as receitas de todos os sindicatos do Brasil. Tivemos que nos adaptar e nos reinventar para continuarmos prestando o mesmo serviço e com a mesma qualidade para os produtores rurais. Nós tivemos também a questão do Funrural, que teve bastante repercussão, onde junto com a Famato tentamos viabilizar formas para que esse imposto não voltasse, mas isso não foi possível. Sempre tivemos muito atuantes e tentando resolver, atender aos anseios da classe produtora. Em muitos casos nós conseguimos resolver, em outros nós buscamos alternativas, soluções, mas não deixamos os produtores sem resposta”, declarou.

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Outro ponto destacado por ele são as ações sociais desenvolvidas pela entidade, e também as adequações feitas no Parque de Exposições, onde todos os anos o sindicato realiza a Exposul. “Essa é a maior festa da nossa região e mistura entretenimento com uma feira de negócios, com uma feira técnica. Nós conseguimos, nesses três anos, uma grande evolução, readequando a feira e revitalizando o parque de exposições, que já precisava de uma reforma depois de 30 anos de sua construção, revitalizando todo o seu asfalto, trocamos parte das lâmpadas por led, fizemos a adequação e conseguimos o alvará definitivo do Corpo de Bombeiros, atendendo todas as normas vigentes de segurança, inclusive de acessibilidade e evacuação, sendo um dos poucos parque do país que tem esse alvará definitivo”, afirmou.

 

(Foto: Divulgação)

 

Ele lembrou que foram mais de 300 toneladas de alimentos doadas e mais de um milhão de reais arrecadados por meio dos leilões beneficentes realizados nos três anos de seu primeiro mandato. “Nós aproveitamos esse grande evento para fazermos essa parte social para a população de Rondonópolis. Foram três anos de bastante trabalho e agora vamos para mais três anos, buscando fortalecer o associado, o agronegócio, buscando prestar serviços com a melhor qualidade e defendendo o produtor rural, porque o agronegócio é a mola propulsora da economia do país. Essa é a nossa responsabilidade. Tenho que agradecer a diretoria que esteve comigo nesses três anos e pedir para a diretoria que está entrando que me ajude a continuar com esse trabalho”, concluiu.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here