1 – SENHORAS E SENHORES,

Thiago Muniz: “Continua firme no discurso que está pronto para enfrentar os ex-prefeitos Zé do Pátio e Adilton Sachetti no próximo pleito de 2020…”

já falamos aqui há algumas semanas sobre as forças da política estadual que estariam tentando resgatar o nome do ex-prefeito Percival Muniz (PDT), para novamente disputar a prefeitura de Rondonópolis. Mas a novidade é que paralelo a isso o nome do primo de Percival, o empresário e vereador Thiago Muniz (Dem), vem se despontando para o seu projeto de pré-candidatura a prefeito. Sendo assim, na opinião do Colunista, estas forças políticas vão acabar se aliando ao projeto de Thiago Muniz, o qual vem declarando que está preparado para a disputa e quer o debate político com os demais pré-candidatos a prefeito, como Adilton Sachetti e Zé do Pátio, os quais já passaram pela prefeitura. Em nossa opinião, o debate político das próximas eleições municipais promete ser quente sobre “os velhos e os jovens na política”.

2 – O QUE ESTÁ

causando bastante expectativa da classe política é o fato de que está marcado para a próxima terça-feira (3), o julgamento da senadora Selma Arruda (Podemos) por suspeita de caixa dois na sua eleição, configurando abuso de poder econômico nas eleições de 2018. O julgamento da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), foi marcado pelo ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Og Fernandes. Caso a senadora não consiga reverter o seu processo na justiça, pela primeira vez na história de Mato Grosso teremos eleição suplementar para o cargo. E lembramos que para entrar na disputa são muitos os nomes que se ventilam. Em nossa opinião, esta situação das eleição suplementar irá interferir diretamente no cenário das eleições municipais de 2020. Um exemplo desta mudança de cenário está relacionado ao deputado estadual Thiago Silva, que hoje é pré-candidato a prefeito de Rondonópolis, mas tem seu nome preferido pelo MDB estadual para concorrer ao Senado, se realmente houver esse novo pleito.

3 – MAIS UMA VEZ

o prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) voltou com o seu discurso de desunião política contra o governo estadual. Desta vez, em sua fala durante a noite festiva de entrega do Prêmio Destaque Empresarial ACIR, na noite da última sexta-feira no Caiçara Tênis Clube, Pátio fez questão de citar que hoje a Prefeitura vem investindo na cidade muito mais que o governo do Estado, ressaltando que o governador Mauro Mendes abandonou Rondonópolis. Pelo que o colunista já presenciou, publicamente Pátio critica o governo, mas nos bastidores tenta aglutinar apoio para se aproximar do governador. Em nossa opinião, o prefeito tem é que decidir se quer ou não o apoio do governo, deixando de lado essa dúbia posição.

4 – JÁ DISSEMOS AQUI

que o Partido dos Trabalhadores em Rondonópolis não está morto, como muitos imaginam. Tanto é que recentemente realizou um grande encontro na região do Monte Libano, onde até o prefeito Zé Carlos do Pátio fez um discurso declarando sua simpatia pelo PT. Além disso, recentemente o PT elegeu sua nova composição do Diretório Municipal, que tem como presidente o bacharel em direito Wendel Girotto. Agora fomos informados que o PT já tem nome definido para concorrer como pré-candidato a prefeito. O nome ainda está em sigilo, porém já ficamos sabendo que trata de um profissional da ala médica. Nas próximas colunas iremos revelar o nome desse candidato misterioso do PT em Rondonópolis.

SE O PT

está ou não mesmo fortalecido na cidade, caso venha para as eleições, terá que enfrentar adversários pesados e com argumentos anti PT, como o deputado federal José Medeiros (Podemos), o qual fala até em ‘possível ligação’ entre PCC e o PT. Medeiros até chegou a pedir quebra de sigilo de conversas interceptadas pela Polícia Federal em Brasília. Também pediu à Procuradoria-Geral da República a quebra de sigilo dos áudios obtidos no âmbito da Operação Cravada, que desbaratou um núcleo financeiro do PCC.

 

5 – HÁ DUAS SEMANAS,

quem assinou ficha no MDB foi a servidora pública estadual e colunista social Mara Oliveira. Ela chegou no MDB com a ficha abonada pelo alto clero do partido, sendo nada mais e nada menos que o casal Bezerra, Carlos e Teté, e também o deputado estadual Thiago Silva. Ao que se sabe, Mara é a aposta do partido em Rondonópolis para disputar uma vaga na Câmara Municipal, e para somar forças poderá ganhar apoio na legenda com a possível outra pré-candidatura da ex-vereadora Mariuva Valentim Chaves. Como fomos informados, a aposta do MDB é que as duas têm potencial para alavancar a chapa de pré-candidatos; assim como no PSB a aposta é na pré-candidatura a vereadora da servidora pública Marildes Ferreira.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here