Renan Carlos, juiz da 4ª Vara Cível Especializada em Recuperação Judicial e Falências de Rondonópolis – (Foto: Arquivo)

 

Mais um processo de recuperação judicial foi encerrado em Rondonópolis. Desta vez, o juiz da 4ª Vara Cível Especializada em Recuperação Judicial e Falências de Rondonópolis, Renan Carlos Leão Pereira do Nascimento, encerrou o processo do Grupo Bom Jesus que tinha dívidas de R$ 2,6 bilhões no ano de 2016. De acordo com o magistrado, o Grupo vem quitando os débitos regularmente.

Atualmente, o Grupo Bom Jesus é formado por 11 outras empresas, como fazendas e transportadoras. Em 2016, quando a Justiça autorizou o processamento da recuperação judicial, os representantes da empresa colocaram a culpa na estiagem do ano de 2015 e na “intransigência” da negociação da dívida com alguns de seus credores. No ano de 2015, o Grupo cultivava cerca de 250 mil hectares de soja, milho e algodão.

 

 

——  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————

————————————————————————————

 

 

No seu despacho, Renan Carlos declarou ser “gratificante” contribuir para a manutenção da organização de uma empresa que abriu as portas no ano de 1987, no município de Pedra Preta, iniciando suas atividades na comercialização de sementes.

A decisão encerrou o processo de recuperação judicial, porém o Grupo ainda possui algumas pendências, como parcelamento de dívidas, mas fato que não impediu o encerramento do processo.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here