Escola 13 de Junho anunciou que encerra atividades no final do ano – (Foto: Arquivo)

 

José Orsi, inclusive, já procurou o vice-prefeito Ubaldo Barros para discutir o assunto – (Foto: Divulgação)

Depois do anúncio do fechamento da Escola Cenecista 13 de Junho, o empresário José Orsi procurou ontem (8) o jornal A TRIBUNA para conclamar a sociedade que cerre fileiras em torno de um movimento em prol da continuidade das atividades da instituição de ensino em Rondonópolis.

“A Escola 13 de Junho é ícone da educação em nossa cidade. Os meus filhos estudaram lá e me vejo na obrigação de defender a continuidade das atividades da Escola Cenecista em Rondonópolis. Se fechar, será uma perda muito grande. No entanto, se houver uma grande movimentação da população, acredito que não irá encerrar as atividades. Já estou procurando a classe política, inclusive o vice-prefeito Ubaldo Barros, que me antecipou que irá se empenhar nesta luta”, disse José Orsi.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Conforme foi noticiado, a instituição já divulgou nota informando que irá encerrar suas atividades em Rondonópolis no final desse ano. Fundado em 11 de junho de 1960, o 13 de Junho é considerado o primeiro colégio particular não-confessional da cidade e sempre se destacou pela qualidade do ensino praticado, mas dificuldades econômicas e a forte concorrência do mercado educacional na cidade acabaram por levar a sua direção a resolver fechá-lo de vez a partir do final do ano eletivo de 2019.

“Porém, a direção atual da escola nos declarou que a dificuldade financeira maior está nas outras unidades das escolas cenecistas, sendo que a unidade de Rondonópolis está reagindo à estas dificuldades, inclusive com programação para sanar suas dívidas em dois anos. Se já existe esta programação, acredito que com um grande movimento na cidade, em especial os pais e alunos da escola e também aqueles que já passaram pelo 13 de Junho, poderemos evitar esta perda para nossa cidade”, completou o empresário.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. a solução é simples, mete a mão no bolso e coloca dinheiro no negócio, contrata um bom método de ensino (vai uma dica a cidade está sem escola com o MÉTODO ANGLO a partir de 2020), contrata bons professores, anuncia vagas e vai a luta atrás de alunos…. faz dar lucro que o negócio vai permanecer aí pelos próximos 20 anos.

  2. O cara não quer fechar a escola e vai falar com quem? Ubaldo? Quem é Ubaldo afinal de contas? Brincou né?!
    Alguém ainda acredita que “vice”, ainda mais do Zé do Pátio, que é centro da nossa galáxia, tendo inclusive o próprio Sol orbitando ao seu redor! Quem é mesmo Ubaldo? Faz-me rir!!!!!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here