Voluntários e membros da AVCC-MT e do Grupo Voluntários da Paz compareceram ontem à redação do A TRIBUNA para divulgar as suas atividades que, no momento, estão focadas na realização do leilão “Direito de Viver” – (Foto: Roberto Nunes/A TRIBUNA)

 

A Associação de Voluntários de Combate ao Câncer em Mato Grosso (AVCC-MT) e o Grupo Voluntários da Paz estão em busca de doações para o 9º Leilão “Direito de Viver”, que ocorre no dia 7 de dezembro, a partir das 11h, na Lance Livre Leilões, na BR-364, saída para Cuiabá.

A finalidade do leilão é arrecadar recursos que serão 100% revertidos para o Hospital de Amor (antigo Hospital de Câncer de Barretos, no estado de São Paulo).

Conforme o coordenador de eventos do Hospital de Amor, em Rondonópolis, Nilson Novaes Porto, a sociedade pode contribuir com a doação de gado e de outros itens, como eletroeletrônicos. “Pode até mesmo ajudar com a prestação de serviços como, por exemplo, corte de cabelo e maquiagem”, explicou.

Além disso, integrantes da AVCC-MT e do Grupo Voluntários da Paz farão ações de arrecadação no comércio e na zona rural. Alguns membros desses grupos visitaram a redação do A TRIBUNA na tarde de ontem (7).

Vieram ao jornal e fazem parte da equipe que irá até o comércio: Jucely Gomes da Silva e Mara Oliveira, que são voluntárias e coordenadoras, enquanto Odília Rodrigues e Adilson Guilherme Zeferino, são voluntários. Dos que vão até a zona rural, estiveram na redação Nilson Porto e Valdir Correia, que são voluntários e coordenadores; e Wagner Alves Garcia Júnior, o popular Junior Garcia, Wilson Matos de Oliveira e Claudemir da Silva Pires, que são voluntários.

Os interessados em fazer doações para o leilão podem procurar a Garcia Agropecuária, na Rua Dom Pedro II, próximo a Caixa D’água. Ou então na sede da AVCC-MT, que fica anexo ao Núcleo dos Conselhos (antigo prédio do Centro de Reabilitação Nilmo Júnior), na Avenida Tiradentes, no Centro.

No leilão de 2018, foram arrecadados R$ 100.561,50 que foram depositados na conta do Hospital de Amor. De acordo com dados de 2017 repassados por Nilson Porto, 417 pacientes de Rondonópolis foram atendidos pelo Hospital de Amor, resultando em 3.900 procedimentos, entre cirurgias, quimioterapias, radioterapias, dentre outros.

 

(Foto: Roberto Nunes/A TRIBUNA)

 

A AVCC-MT

A AVCC-MT atua hoje em âmbito estadual. “Além de levar o paciente para o Hospital de Amor (em Barretos – SP), a entidade também o acompanha durante o período de tratamento e enquanto ele fica na casa de apoio”, explicou o presidente estadual da AVCC, Valdir Correia.

“A função da AVCC-MT, ainda, é de buscar convênios com organismos do estado para fazer com que o paciente chegue ao hospital e passe pelo tratamento”, completou Nilson Porto.

Em todas as campanhas que o hospital promove, a associação apoia e se faz presente. Um exemplo disso é quando, uma vez por ano, vem ao município a carreta do hospital de Barretos. Nesse caso, a AVCC-MT fica encarregada de organizar o atendimento e fazer a inscrição das pessoas.

EXPANSÃO

O Hospital de Amor está em expansão pelo Brasil através de hospitais e centros de prevenção e, atualmente, está presente nos estados de Tocantins, Bahia, Amapá, Sergipe, Acre, Rondônia (Porto Velho), Mato Grosso do Sul e vai chegar ao estado de Goiás.

Para se ter uma ideia da demanda de pacientes no qual o hospital recebe, a unidade de Barretos atende diariamente 5 mil pessoas, enquanto a unidade de Jales (SP), atende por dia mil pessoas.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here