Solenidade de posse ocorreu ontem, no Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso, em Cuiabá – Assessoria/TRT/MT

 

Após 28 anos de experiência na magistratura, o juiz Paulo Barrionuevo tomou posse, ontem (11), como desembargador do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT/MT).

Com a posse, o Tribunal completa o seu quadro de desembargadores, que estava com um cargo vago desde a aposentadoria do desembargador Edson Bueno, ocorrida em junho desse ano.

A presidente do TRT, desembargadora Eliney Veloso, destacou a experiência e capacidade técnica do novo integrante da Corte Trabalhista de Mato Grosso. “A chegada de um novo membro é sempre um momento de muita alegria. O desembargador Paulo possui 28 anos de magistratura e terá muito a contribuir com sua experiência, imprimindo mais qualidade ao trabalho que já tem sido desempenhado pelo Tribunal”.

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso (OAB/MT), por meio de sua vice-presidente, Gisela Cardoso, deu as boas-vindas ao novo desembargador. “A advocacia o recebe com muita tranquilidade e alegria, principalmente pelo sentimento de justiça que sempre esteve presente em suas decisões”, afirmou.

O juiz André Molina, presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 23ª região (Amatra), saudou, em nome de todos os colegas, a chegada do novo integrante do TRT. “Ao longo de sua carreira, Barrionuevo granjeou o respeito dos advogados e colegas. Nos sentimos honrados com sua presença no Tribunal”, disse.

 

Paulo Barrionuevo agradeceu a acolhida e destacou que irá contribuir com sua experiência acumulada durante todo o tempo em que atuou como juiz de 1º grau nos municípios por onde passou em Rondônia, Acre e Mato Grosso, além da atuação na advocacia e procuradoria estadual. “No aspecto jurídico, há muito pouco que eu possa contribuir que meus colegas não saibam. Entretanto, a experiência é fruto do esforço pessoal de cada um. A nossa trajetória de vida faz com que conquistemos experiências e valores íntimos. Os julgados são o somatório do pensamento individual e o direito é apenas um dos componentes”, afirmou.

O novo desembargador destacou ainda, durante sua fala na solenidade de posse, as mudanças tecnológicas, legais e sociais que ocorreram na sociedade desde que ingressou na carreira jurídica. “Mas um aspecto não mudou: nas relações interpessoais a lei de amor ainda vige e deve ser difundida e praticada em todos os ambientes. Quero imprimir os mesmos atributos que imprimi como juiz de primeiro grau: cordialidade e eficácia dos provimentos jurisdicionais”.

 

NOMEAÇÃO

Paulo Barrionuevo foi juiz titular em Rondonópolis por mais de 20 anos, onde atuou na primeira e segunda varas trabalhistas do município. A promoção para o cargo de desembargador ocorreu pelo critério de antiguidade, conforme publicado no Diário Oficial da União do dia 04 de outubro. (Com assessoria)

 

1 COMENTÁRIO

  1. Merecida ascensão de um justo homem que, ostentando tão admirável qualidade tornou-se magistrado, tendo a oportunidade de empregar essa característica em suas decisões, materializando, com copiosa Simplicidade, O desejo mais ansiado por um ser humano, o de justiça.
    Tive o privilégio de advogar por uma década na vara de titularidade deste ilustre e vocacionado magistrado que deixa Saudosas lembranças pelos corredores da Vara do Trabalho de Rondonópolis e, ao mesmo tempo, nos embriaga com a certeza de que florescerá a interpretaçao e a aplicação da legislação trabalhista em favor de toda sociedade matogrossense.
    Registro aqui a minha estima e consideração, parabenizando o agora Desembargador do TRT 23, Dr. Paulo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here