Por toda a extensão da obra de duplicação da Avenida Poguba, é possível encontrar algumas manilhas quebradas, todas sem nenhum ferro na sua composição – Denilson Paredes

 

A prefeitura de Rondonópolis estaria usando manilhas que foram fabricadas sem a malha de ferro comum a toda estrutura de concreto similar na obra de duplicação da Avenida Poguba. O fato foi encaminhado por um leitor ao A TRIBUNA, que estranhou que uma das manilhas usadas na obra, que se quebrou por acidente, não ter nenhuma malha metálica na sua composição e decidiu compartilhar a informação com o Jornal.

 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

O estranhamento do leitor, é que normalmente as manilhas têm em seu interior uma espécie de tela de ferro ou aço, dependendo do caso, que serve para aumentar a resistência e a durabilidade da peça. A situação foi verificada pela reportagem do A TRIBUNA, que encontrou várias manilhas danificadas pela extensão da obra, todas sem nenhum traço de ferro ou outro metal em seu interior.

Procurada para comentar a situação e responder porque algumas manilhas utilizadas na obra não teriam a malha metálica em seu interior, a prefeitura respondeu de modo sintético que “Segundo engenheiro técnico, toda manilha possuí ferro em sua composição”.

 

OPINIÃO TÉCNICA

Consultado para dar uma opinião técnica a respeito da situação, o engenheiro civil Ernesto Souza Fernandes afirmou que a falta da tal malha de ferro na composição das manilhas, com certeza, prejudica a durabilidade e a resistência do material, podendo inclusive comprometer toda a obra executada com o uso do material. “Isso é como uma casa. Se você colocar muito ferro na construção, ela vai durar muito tempo. Se você não colocar ferro, ela não dura. Isso vale para qualquer obra de engenharia, como uma ponte, qualquer obra que seja. E mesmo sem me referir especificamente a essa obra, que usará essas manilhas em obras de drenagem de águas da chuva, dá para dizer que isso seria imprescindível. A própria vazão da água da chuva pode corroer essas manilhas. Com a malha de ferro por dentro, a durabilidade dela é outra. Não só nessa obra, mas em qualquer outra, para a engenharia, o ferro é essencial”, reforçou.

 

 

3 COMENTÁRIOS

  1. Viche, como nas obras públicas ocorrem “esquecimentos”!. Pensa num.povo esquecido! Deve ter sido problema na picaretagem!
    Obra em Rondonópolis é no estilo MARRETA e TAIADEIRA!
    O gestor da empreiteira tinha que estar algemado! E sua empresa retirada da obra!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here