A projeção para redução do gasto familiar com energia elétrica é significativa – Divulgação/Empaer

 

Os produtores rurais Edemir Elly e sua esposa, Marlenita Terezinha Zottis Elly, proprietários de uma área de 10 mil metros quadrados na Comunidade Nossa Senhora de Fátima, município de Sinop, implantaram este ano um sistema gerador fotovoltaico para baixar o custo com a energia elétrica. A médica veterinária da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Natasha Caminha, fala que este é o terceiro projeto de energia solar implantado no município com o apoio da Empaer.

 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

 

Conforme Natasha, o valor total do financiamento foi de R$ 33 mil, entre equipamentos e mão-de-obra, com prazo de cinco anos para o pagamento. Os produtores adquiriram um sistema gerador fotovoltaico com potência de 6,7 kWp, composto por 20 painéis solares e que vai suprir o consumo médio mensal de 804 kWh. A projeção para redução do gasto familiar com energia elétrica é significativa. A conta que era de R$ 442,20 será de apenas R$ 16,50 por mês com o sistema de energia solar. O casal agora aguarda apenas a instalação do relógio medidor pela concessionária de energia elétrica.

Desde 2010 trabalham com frangos de corte, bovinocultura de leite, olericultura e mandiocultura. A propriedade do casal Elly conta com uma sala de 21 metros quadrados para o abate das aves, sendo que por ano são processados 500 frangos. O casal comercializa também o leite in natura, queijos, mandioca descascada, em torno de 300 quilos por mês, e ovos no mercado local e em feiras na cidade. Neste ano de 2019, os produtores buscaram o apoio da Empaer para a aquisição de um sistema gerador fotovoltaico. O projeto foi aprovado por meio da linha de crédito para energia solar própria do Sistema de Crédito Cooperativo – Sicredi.

 

A veterinária da Empaer explica que este já é o terceiro projeto de energia solar elaborado pelo escritório da Empaer e aprovado pelo Sicredi. Outro casal de produtores contemplados foram Nelson Maziero e Cecília Mattiello Maziero, no ano de 2018. Eles são proprietários da Chácara Santa Catarina, na Comunidade Branca de Neve, e financiaram R$ 35 mil com prazo de 10 anos para pagamento por meio da linha de crédito Pronaf Mais Alimentos. Desde 2006, o casal Maziero comercializa a produção de mandioca atendendo à merenda escolar e o comércio local. (Com assessoria da Empaer).

 

1 COMENTÁRIO

  1. ANTONIO JA FEZ USINAS SOLARES E DIZ QUE DURANTE TRINTA ANOS NAO PRECISA DE CONSERVACAO A GERACAO FOTOVOLTAICA ONDE ESTEVE TAMBEM NA FABRICACAO DO SILICIO E VERIFICA QUE POLUICAO E NEGATIVA AGORA CLIMA E ESTUDO DO GERMANIO DIZ QUE GARIMPO NAO PODE SER EM CEU ABERTO.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here