Geane Lina, presidente do Sispmur: “ficou claro a força da união do sindicato com seus filiados que, quando agem juntos, conseguem resultados” – Arquivo

 

O projeto de lei que estipula um teto máximo de até R$ 10 mil, para pagamento de qualquer tipo de passivo que os servidores públicos municipais têm para receber, foi retirado da Câmara Municipal, anteontem (9), durante a sessão. Retirado da Casa de Leis, um projeto de lei com a mesma proposta só poderá ser apresentado novamente no ano que vem.

“Em mais uma das muitas ações do sindicato, ficou claro a força da união do Sispmur com seus filiados que, quando agem juntos, conseguem resultados. A presença maciça e positiva dos servidores do município na Câmara Municipal, juntamente com a complacência e boa vontade de alguns vereadores, conseguimos com que o projeto que diminuiria o valor da Requisição de Pequeno Valor (RPV) de 60 salários para apenas R$ 10 mil fosse retirado da Casa de maneira que não volte mais a ser apreciado em 2019”, disse Geane Lina Teles, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur).

“Nós temos que destacar a atuação dos vereadores que entenderam os anseios dos servidores públicos e votaram contra esse fatídico e injusto projeto”, completou a sindicalista.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here