Tenente-coronel PM Gleber Cândido Moreno fala durante Conferência em Brasília – Divulgação

 

Foi realizado, durante a semana, o 2º Painel sobre Segurança no Campo, promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, ocorrido na sede da CNA, em Brasília. Reunindo especialistas das polícias militares de 14 estados e também do Distrito Federal, foram apresentados projetos e ações para o fortalecimento da segurança no campo, em que foi possível compartilhar experiências de policiamento, gerar conhecimento sobre segurança pública para o meio rural, constituir uma rede de contato de especialistas na área, difundir boas práticas e debater políticas públicas.

 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

 

Neste cenário, um trabalho que vem sendo desenvolvido pela Polícia Militar de Rondonópolis em parceria com o Sindicato Rural, acabou ganhando destaque dentro da Conferência. O tenente-coronel PM Gleber Cândido Moreno, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM) e da 14ª Companhia Independente de Força Tática (14º CIPM), foi o representante de Mato Grosso no evento.

Ele conta que, entre 2014 e 2015, foi iniciado um movimento para atendar as demandas que eram repassadas pelo Sindicato, com o patrulhamento de áreas próximas a cidade. “Efetivamente, em 2017, concretizamos a parceria e montamos a Patrulha Rural, com o que na ocasião era necessário. Hoje temos grupos no WhatsApp, cadastro de propriedades rurais, e fazemos visitas e ações de proteção aos produtores”, disse o comandante.

Atualmente, com o trabalho da Força Tática em parceria com sindicatos e outras entidades ligadas ao agronegócio, 328 propriedades rurais estão cadastradas com vias de acesso facilitadas e contatos por meio de telefone celular e redes de relacionamento.

 

“O que levo desse encontro para nossa região é a necessidade de nos inserir nos meios tecnológicos que possam resultar em maior eficiência e rapidez no trabalho de patrulhamento rural. Não estamos longe do resto do país, pois já conseguimos reduzir bastante os números de ocorrências na área rural. O que nos falta são equipamentos para que nosso trabalho ganhe força e eficiência”, reforçou.

O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Rondonópolis, Aylon Arruda, também destacou o trabalho que é realizado e a parceria com a Polícia Militar. “Esse é um case de sucesso. Hoje temos ronda da Polícia Militar em várias regiões, passando segurança para as propriedades e moradores da zona rural, diminuindo furtos de gado, roubo de defensivos, maquinários, entre outros delitos”, destacou.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here