O novo parlatório foi viabilizado por meio de uma parceria – Foto: Divulgação

 

Uma parceria celebrada entre a subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Rondonópolis, a Penitenciária da Mata Grande e uma universidade, que contou com a colaboração de advogados que atuam no município, permitiu a construção de um novo parlatório no presídio. A nova estrutura, mais arejada e segura, permitirá aos advogados conversarem com seus clientes sem ter nenhum contato físico, através de um vidro e por meio de um interfone, o que lhes garante mais segurança e tranquilidade.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



 

 

De acordo com o presidente da subseção local da OAB, Stalyn Paniago Pereira, havia um espaço para os advogados conversarem com seus clientes na Mata Grande, mas o local era inadequado, uma vez que não oferecia condições de segurança e era totalmente insalubre. “Então, nós desenvolvemos um projeto em parceria e começamos a arrecadar entre os advogados para construir um espaço de atendimento mais salubre. E a nossa intenção é homenagear o saudoso Nelson Pereira Lopes, advogado criminalista que atuou por muito tempo em Rondonópolis, dando seu nome ao parlatório”, explicou.

 

O novo local, de acordo com o presidente da OAB local, oferecerá segurança até para os reeducandos e deve ser inaugurado nos próximos vinte dias. “Antigamente, se cogitava muito que o advogado podia levar celular, um punhado de coisas para os presos. Com o sistema que estamos implantando agora, não há a mínima possibilidade disso acontecer, porque não vai haver contato físico entre ambos, uma vez que cliente e advogado ficarão separados por um vidro e se comunicarão por interfone. Isso acaba preservando o advogado”, completou Stalyn Paniago.

A obra do novo parlatório da Mata Grande teve início no mês de maio do ano passado e está semipronta, devendo ser inaugurada nos próximos dias.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here