Imagens mostram a fachada e a estrutura de lazer com tobogãs do antigo Clube Beira Rio – Foto: A TRIBUNA

 

Um dos clubes recreativos mais tradicionais da cidade, o antigo Beira Rio, no anexo à Vila Salmen, foi desapropriado pela Prefeitura de Rondonópolis neste ano, mediante a aquisição no valor de cerca de R$ 3,3 milhões. A ideia é transformar o clube em um espaço cultural, de esporte, lazer e projetos sociais na região. Além disso, o Município planeja construir uma nova avenida margeando o Rio Vermelho, entre a Vila Mamed e a Vila Amizade.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Whatsapp: (66) 99939-9211

 

 

O vereador Adonias Fernandes (MDB), que vem acompanhando o projeto em torno do novo espaço de lazer na região Salmen, explicou ao A TRIBUNA que essa aquisição feita pela gestão do prefeito Zé do Pátio será importante não apenas para a região Salmen, que é muito carente de estruturas recreativas, mas para Rondonópolis inteira. Ele atestou que já vinha atuando em prol da desapropriação desse espaço de 30.695 m² desde 2008. “A nossa ideia é que seja o Parque Esportivo Beira Rio”, informou.

Conforme Adonias, a estrutura do Clube Beira Rio, apesar de necessitar de uma revitalização, já tem condições de ser usada parcialmente de imediato pela comunidade – o que será feito pela administração municipal. Entre as estruturas com condições de uso no momento estão o campo de futebol pela comunidade e um barracão para aulas de jiu-jitsu. “Essa região tem uma carência muito grande de campo de futebol e agora está com esse espaço pronto para ser usado”, observou.

 

Foto: A TRIBUNA

 

O prefeito Zé Carlos já autorizou a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer no sentido de começar a trabalhar em cima de um novo projeto para o Beira Rio, o qual seria licitado futuramente. Entre as ideias iniciais, Adonias informou a intenção de revitalização das três piscinas existentes, sendo uma olímpica, com 50 metros de cumprimento (a única existente na cidade), construção de uma pista de caminhada, academia popular e um playground, inclusive adaptado para crianças especiais.

Nesse projeto em andamento também se planeja fazer uma quadra poliesportiva coberta, transformar um dos barracões em um centro de eventos para uso da comunidade, construir duas quadras de tênis, uma nova quadra de areia e revitalizar a atual. “Nasci na região Salmen. Vi a construção e o fechamento desse clube. Foi um espaço de lazer importante na história da cidade. Estava sem serventia ultimamente e agora estamos dando vida a ele”, afirmou.

 

No caso da nova avenida margeando o Rio Vermelho, entre a Avenida Ponce de Arruda e a Rua José Dias, o vereador externou que existe uma emenda de mais de R$ 4 milhões para essa viabilização, incluindo ciclovia e pista de caminhada.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here