“Motorista Nota 10”: Campanha foca no correto carregamento e armazenagem de sementes de soja

639
Objetivo da campanha é orientar motoristas e outros profissionais envolvidos na logística de transporte e armazenamento das sementes – Foto: Divulgação/assessoria

 

Na quinta-feira (05/09) foi lançada mais uma edição da campanha “Motorista Nota 10”, na fazenda Rio Alegre, que fica localizada no município de Diamantino. O objetivo da campanha é de orientar os motoristas e outros profissionais envolvidos na logística de transporte e armazenamento das sementes, pós-saída da sementeira, quanto aos cuidados necessários para manter a qualidade de sementes de soja no transporte e armazenamento.

O gerente de sementes da fazenda, Marcos Almeida destaca a importância desta etapa em todo o processo de produção de soja. “Esse é um momento primordial, onde tratamos com muito cuidado na questão da orientação dos nossos colaboradores e dos terceirizados também e por entender que é uma etapa tão importante quanto à produção no campo, armazenamento e o controle de qualidade, a logística tem o seu papel crucial e desta forma orientamos todos que fazem parte deste processo”, disse.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

 

Como peça fundamental desta etapa, o motorista Benildo Chassot, com mais de 20 anos de experiência no transporte de sementes, aprovou a campanha “Motorista Nota 10”. “Na minha opinião é uma responsabilidade muito grande de quem transporta este tipo de carga, por que é um ser vivo e temos que garantir que chegue no destino com a maior qualidade possível”, falou.

E entendendo esta responsabilidade por parte do motorista, a Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat) há quatro anos vem desenvolvendo esta campanha. A diretora executiva da Associação conta que a mensagem que é repassada os responsáveis pela logística dos associados é de sempre seguir os procedimentos que garantam a máxima qualidade do produto.

O presidente da Aprosmat, Gutemberg Carvalho Silveira, observa que este é o momento fundamental para repassar aos motoristas informações, que podem auxilia-los na hora do carregamento das sementes e desta forma ajudando a manter a qualidade do produto. “O motorista é treinado para fazer o transporte de forma adequada e segura, pois a semente é um organismo vivo e com estas orientações nós esperamos que ela sofra menos possível neste trajeto da unidade onde ela foi produzida até o consumidor final, que é o produtor”, explicou.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here