Anésio Vieira da Silva, conhecido como “Anésio Pinga”, morreu aos 75 anos – Foto: Arquivo Familiar

 

O pioneiro Anésio Vieira da Silva, conhecido como “Anésio Pinga”, faleceu ontem (2), aos 75 anos, por volta das 18h, na Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis. De acordo com um cunhado dele, Anemar Paulino da Silva, Anésio morreu em decorrência de complicações de um câncer no pulmão.

Anésio nasceu em Poxoréu, em 3 de março de 1944. Veio para Rondonópolis quando tinha três anos de idade. Trabalhou na fazenda da qual era dono e onde criava gado e porcos.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Depois se mudou para a cidade e entrou na Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder). Na empresa de economia mista, Anésio chegou ao cargo de chefia de limpeza do município. Ele trabalhou na Coder por cerca de 14 anos, tempo suficiente para conseguir a aposentadoria. Depois de aposentado, o pioneiro passou a trabalhar como cortador de árvores.

Ele deixa a esposa Maria Madalena da Silva, quatro filhos e 12 netos. “Foi um homem muito parceiro dos filhos, muito parceiro da esposa também. Era um cara muito trabalhador e muito honesto. Procurava ajudar os outros quando podia”, destacou Anemar Paulino.

O corpo está sendo velado no Cemitério da Vila Aurora. O sepultamento está previsto para as 16h de hoje (3) no mesmo cemitério.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui