A hora da verdade…

2393

Um projeto de emenda à Lei Orgânica do Município, proposta por quatro vereadores da atual legislatura e que reduz o número de parlamentares em Rondonópolis, deve dar muito pano pra manga. Às vésperas de um ano eleitoral, Jailton Dantas, Subtenente Guinancio, Rodrigo da Zaeli e Roni Magnani querem reduzir as atuais 21 cadeiras do Poder Legislativo para apenas 15, alegando excesso de vereadores e a necessidade de corte de gastos. Essa proposta também está sendo apresentada na Câmara Municipal de Várzea Grande.

 

 

Não há a menor dúvida de que, nestes tempos bicudos, em que a palavra crise está em voga, onde em todas as esferas governamentais o que mais se ouve falar é que não existem recursos para fazer nada, uma proposta dessa natureza agrada em cheio a sociedade. Corte de gastos, respeito com o dinheiro do contribuinte, é tudo que o cidadão espera da sua classe política. Mesmo porque, na eleição passada, ficou claramente sinalizado que a velha prática de se fazer política, dali para frente, estava com os seus dias contados, estava a caminho da sepultura.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Whatsapp: (66) 99603.9677


 

 

O projeto dos quatro vereadores coloca uma saia justa nos demais componentes da atual legislatura e, sem dúvida, terá reflexos nas eleições do ano que vem. E agora, qual será o comportamento da Casa de Leis? Aqueles que querem diminuir gastos com a máquina pública vão ter o apoio dos demais colegas? A emenda será aprovada e teremos uma legislatura mais enxuta? Ou não? Vão prevalecer os interesses da coletividade ou projetos pessoais?

As respostas a estes questionamentos, com certeza, virão com o avanço e os debates da matéria na Câmara Municipal. É um bom momento para a Casa de Leis mostrar de que lado está. Como também não deixa de ser uma oportunidade ímpar para o conjunto da sociedade tomar conhecimento do que pensa cada vereador quando está na pauta um assunto que visa, ao menos, brecar um pouco a farra com o dinheiro do povo.

Essa é a hora da verdade. Qualquer decisão que for tomada pelos vereadores, terá desdobramentos nas eleições do ano que vem. Por enquanto, quem estão bem na fita são os autores da proposta. E os demais, como vão aparecer na foto? Bem, essa resposta só vamos ter com o aprofundamento dos debates.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. “Nao existe dinheiro público,existe o dinheiro do contribuinte”sou morador de um munícipio economicamente pobre da baixada cuiabana,mas a cada de leis e constituída por 9 ocupantes nao há necessidades dessa luxúria toda com o dinheiro do contribuinte

  2. Uma excelente ideia!
    Isso, já deveria ter feito bem antes mas, tudo tem o seu tempo determinado.

    15 vereadores é muito ainda.
    Na minha modesta opinião, 9 vereadores estaria ótimo!

    Muitas mordomias tem que ser cortadas.
    Exitem vereadores que fazem para o próprio bolso e a população que se dane!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here