IMPOSTÔMETRO

787

IMPOSTÔMETRO
É… Agora tem um painel de led enorme, em esquina de grande movimento, que vai mostrar, em tempo real, ao rondonopolitano, quanto os cofres públicos da cidade estão arrecadando com tributos. Não dá mais para esconder!!!

 

DESILUDIDO? I
E a coleguinha da coluna recebeu a informação que o vereador Elton Mazete anda desiludido com a política, e está até querendo deixar o nosso querido Brasil e morar no exterior! Será?
DESILUDIDO? II
É bom resolver o asfalto prometido em todas as ruas do Edelmina Querubim antes, viu!? O povo está esperando!

 

NOVA ESTRELA…
O bom é que já temos o vereador Batista da Coder para fazer vídeos e fotos na internet, né!? Não pode faltar!

 

APRESSADOS… I
E o pessoal do PSDB está com o passo mais apressado desta vez, já que nas eleições passadas abandonou a gestão bem mais próximo das eleições. Para quem não se lembra, em 2016 o PSDB deixou a gestão Percival Muniz e lançou candidatura própria (Rogério Salles), mas bem na “boca do gol”.
APRESSADOS… II
Agora, com mais folga (mas nem tanto), já estão pulando do barquinho do Zé. Engraçado, o pessoal só começa a discordar do governo quando ele já está acabando e já foi bastante usufruído…

 

 

MULHERES I
Com atraso, mas antes tarde do que nunca. O Conselho Municipal de Defesa da Mulher está sendo reativado, já tem nova presidência e as 24 conselheiras, de entidades governamentais e não governamentais, já estão disponíveis para o atendimento.

MULHERES II
Como tem que ser, ele volta a funcionar e prestar apoio às mulheres de Rondonópolis que precisam de atendimento quando vítimas de violência psicológica, física ou sexual.

MULHERES III
Parece que o Brasil vive uma epidemia de violência contra a mulher, e o pouco que existe na defesa delas o pessoal cria dificuldade. O Conselho ficou quase dois anos parado, sendo que por um ano inteiro, só porque alguém não empossou a presidente eleita democraticamente por birra!

 

Foto – Reprodução
TRISTE I
O incêndio que teve início na segunda-feira (19), na Serra da Petrovina, em Pedra Preta, destruiu 4 mil hectares de vegetação, segundo o Corpo de Bombeiros. A destruição só não foi maior porque choveu na região, o que ajudou a amenizar os focos. Em local de difícil acesso, os estragos poderiam ser terríveis.
TRISTE II
Por isso, todo cuidado é pouco nesse momento de tempo seco e de tanta destruição do meio ambiente que estamos vendo, especialmente nas regiões Centro-Oeste e Norte do país.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here