(*) Francisco Assis

A noite caiu feito um espetáculo
Chegando de forma sorrateira
Consultei previamente o oráculo
Buscando a missão verdadeira.
Tomei um banho com erva santa
Para descarregar mal olhado
E deixei algumas folhas na planta
Para que futuramente seja usado.
Estava me sentindo um imigrante
Muito novo naquela cidade
Daqueles caçadores de amante
Que compra delas a felicidade.
Com o cartão abastecido
Saí a buscar meu desejo
Num ambiente bem colorido
Onde poderá estar o prato e o queijo.
Rodei pouco pelas avenidas
E parei num lugar bem badalado
Requisitei do garçom uma fina bebida
Achei aquele local encantado.
Logo avistei mulheres lindas
Compondo uma mesa à direita
Anjos que são certamente bem vindas
E ainda meigamente perfeitas.
Daquelas que furtam o nosso ar
Enquanto ele existir
Bom demais aquele lugar
Pra paquerar e divertir.

(*) Francisco Assis Silva é poeta e militar – email:
[email protected]

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here