Obra da Unidade de Acolhimento de Dependentes Químicos terá de passar por nova licitação, ainda sem data definida – A TRIBUNA

 

A obra paralisada da Unidade de Acolhimento de Dependentes Químicos (UA), no bairro Belo Horizonte, é mais uma que segue sem definição de quando será retomada em Rondonópolis. A Prefeitura chegou a anunciar em novembro de 2018 a solução dos problemas na obra, mas os trabalhos não avançaram até hoje. A situação também foi alvo da Série Obras Paradas do A TRIBUNA.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

No ano passado, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra) havia informado ao A TRIBUNA que a paralisação nas obras da Unidade de Acolhimento ocorreu diante da necessidade de se fazer uma adequação de itens do projeto para que a empresa pudesse retomar os trabalhos. Na verdade, o projeto vem sendo anunciado há seis anos, desde 2013, por ocasião do programa “Crack, é possível vencer”, do Governo Federal.

Inicialmente havia sido definido que o município receberia um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps-AD 3), este já concluído, e uma Unidade de Acolhimento de adultos. Mesmo não sendo aceita pelos moradores, a unidade, junto com o CAPS AD-3, acabou sendo mantida no Jardim Belo Horizonte, com obras iniciadas no ano de 2015 pela Prefeitura.

As informações iniciais eram de que a Unidade de Acolhimento contaria com 15 vagas, sendo voltada para pessoas com dependência química que não têm para onde ir. O valor investido na obra seria de cerca de R$ 773 mil. Contudo, as obras da estrutura passaram a enfrentar paralisações desde o ano de 2015, por atrasos nos repasses de recursos.

 

Questionada pelo A TRIBUNA, a Secretaria Municipal de Saúde informou agora que seu departamento jurídico está elaborando o distrato com a empresa que estava executando a obra, após o Município constatar a demora no andamento do projeto e verificar que alguns serviços não estavam sendo realizados de acordo com as especificações do contrato, com qualidade inferior.

Enquanto isso não se resolve, a obra permanece paralisada até que seja realizada uma nova licitação para contratação de outra empresa para terminar o projeto.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here