Se você dizer que eu…

164

(*) Márcio Martins

Se você dizer… “Cantou João… Se você dizer que eu desafino amor”… Mas esse nosso País é de desafiados, mesmo que de ouvidos não tão privilegiados, pois se escuta cada coisa – que fica até difícil de classificar, haja martelo…

De menção implacável ao objeto que esmaga, ou melhor ataca falsos deuses, referências e micos menos mitos, muito diferente de João e não diabo nem Deus…

”A um salão que o coração descansa”, ao menos quer depois de tantas turbulências que diríamos da aposentadoria, discussões de governo, poderes de poderosos e o coração descansa?

Quer e quer muito – Certamente estaremos corretos em respeitar o querer do voto e do veto, da diversidade, da realidade, mesmo que pareça por vezes grotesco, pois sempre recordar do gosto e não gosto, desafinado-estudado-aprimorado ou não, mas aqui entre a música e a realidade repensamos o que alegra o coração.

Questões além do bem e do mal, mesmo que entre as tensões das vitórias na américa futebolística num tom da perda da bossa da partida.

Chegada alegria-tristeza…

Não tem quem possa com o pato no samba e na lagoa com seu quém, quém… Joãos e Marias se perguntam quem é esse João?

Aí se fala que é o pai da bossa, a bossa da garota, daquela de Ipanema, cheia de graça, a bossa nova, que sempre popular, mas pouco ouvida, talvez mais agora…

Enfim, recentemente me perguntaram desse João e pensei-pensei e falei “o que foi Senna para o esporte a partida de João é para os músicos, posso ousar que para a cultura da música brasileira…”.

Perda do ícone que disputou com Beatles um dos maiores prêmios da música mundial, 5 grammys e 4 indicações, um fenômeno que foi a bossa de fala mansa e suavidade entre nuances de idas e vindas no violão que eterniza o ser imortal João Gilberto que continuará cantando com os maiores do mundo em outro lugar… E se você dizer!

(*) Márcio Martins é psicopedagogo Dr.(t) em Ciência da Educação/UNC – [email protected]

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here