Transporte Coletivo: Prefeito ainda não cumpriu acordo

Proposta feita por Zé do Pátio, mediada pelo Ministério Publico Estadual, ainda não foi cumprida

3118
Zé do Pátio, conforme sindicato, ainda não teria assinado os documentos – Arquivo

 

O prefeito Zé do Carlos do Pátio (SD), ainda não cumpriu o acordo mediado pelo Ministério Público Estadual (MPE), onde se comprometeu a subsidiar a empresa Cidade de Pedra, para garantir o transporte coletivo em Rondonópolis até o mês de dezembro deste ano, quando a licitação para a concessão do transporte coletivo poderá estar concluída. A informação foi repassada, ontem (12), pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário de Rondonópolis (STTRR), Luiz Gonçalves da Costa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Whatsapp: (66) 99603.9677


 

“Até agora, o prefeito não assinou os documentos que irão garantir a empresa o repasse do subsídio. Após o acordo, mediado pelo MPE no dia 28 de junho, tentamos negociar a convenção coletiva dos trabalhadores que têm maio como a data base, mas a empresa se negou a pagar o reajuste, porque ainda não tem a garantia legal assinada pelo Zé do Pátio. O prefeito pediu para os trabalhadores suspenderem o indicativo de greve, porém ainda não cumpriu com o acordo firmado com o MPE”, enfatizou o sindicalista.

Mediante o acordo entre Prefeitura e empresa, serão subsidiadas quase todas as gratuidades do serviço, menos a do idoso, até o mês de dezembro. Além disso, o prefeito autorizou a cobrança de 25% da integração, que antes era gratuita até o período de uma hora.

Este subsídio, que também inclui o município a custear 100% do passe estudantil, bate à casa dos R$ 230 mil ao mês, podendo variar para mais ou para menos, segundo foi divulgado, garante a estabilidade da empresa e o emprego de 150 trabalhadores até o final do ano.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here