Alexandro Luiz Silva Campos, coordenador de divulgação do CVV de Rondonópolis – Divulgação

O Centro de Valorização da Vida (CVV) realizará em Rondonópolis, amanhã (12), no sábado (13) e no domingo (14) o curso “Caminho da Valorização da Vida”. O intuito da iniciativa é formar voluntários para o programa “CVV Comunidade” na cidade e as aulas ocorrerão na faculdade Unic, na Rua Floriano Peixoto, no Centro.

De acordo com o coordenador de divulgação e membro fundador do posto do CVV no município, Alexandro Luiz Silva Campos, o curso contará com a participação de facilitadores do CVV de Cuiabá que serão os responsáveis por ministrarem a capacitação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

O “Caminho de Valorização da Vida” é a síntese de mais de meio século da associação sem fins lucrativos e da sua proposta de vida desenvolvida durante esse período. Tem por objetivo fazer com que os indivíduos possam compartilhar as vivências do dia-a-dia, buscando o autoconhecimento e o equilíbrio, trabalhando conscientemente as limitações e potencialidades destas pessoas.

É destinado a cidadãos pré-dispostos a se conhecerem melhor, a experimentar a experiência coletiva como ferramenta de desenvolvimento. O curso é gratuito.

A formação servirá para a construção do “CVV Comunidade” em Rondonópolis, cujos voluntários devem ser maiores de 18 anos. Trata-se de um programa de apoio emocional para pessoas de qualquer sexo, idade, religião ou profissão, que irá a locais em situações de riscos e ao encontro das pessoas com necessidade de ajuda emocional, e vai ajudá-las a lidar com as suas respectivas realidades cotidianas e inesperadas em qualquer lugar da comunidade.

O curso começa amanhã das 18h às 21h; no sábado, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 20h; e, no domingo, das 07h30 às 13h30. Outras informações podem ser obtidas com Alexandro Campos, pelo telefone (66) 99710-0054.

 

O POSTO DO CVV

O posto do CVV de Rondonópolis conta hoje com 12 voluntários e atua na prestação de apoio emocional, principalmente em casos de pessoas que estejam passando por sofrimento psicológico. Segundo Alexandro Campos, a unidade, que foi inaugurada na cidade no ano passado, atende gratuitamente pelo número 188 a ligações oriundas de linhas fixas ou móveis de todo território nacional. O custo do serviço é bancado pelo Núcleo de Apoio a Vida de Rondonópolis (Naviron) e seus voluntários.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here