Bebê engasgado com chá de alecrim é salvo por PMs

3107
Bebê foi levado até o 2º Pelotão de Polícia Militar de Guiratinga – Foto: Divulgação/PMMT

 

Na tarde da sexta-feira (05.07) um bebê de um mês e seis dias vida foi salvo por um policial militar, depois de se engasgar com o chá de alecrim que era servido pela mãe da criança, em Guiratinga.

Aflito, o avô da criança foi até o 2º Pelotão de Polícia Militar pedir ajuda dos policiais para socorrer o neto recém-nascido. O tenente Vinícius Ribeiro Coelho Felix Goes, que atendeu o bebê, conta que ao chegar à residência da família, no bairro Areão, percebeu que a criança apresentava sinais de asfixia e estava ficando roxa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Whatsapp: (66) 99603.9677


 

O policial explica que de imediato colocou o bebê de bruços, deitado em cima do antebraço e usou o dedo médio e o indicador para dar leves tapas de pressão nas costas do bebê. Ainda comovido, o tenente lembra o momento em que a criança expeliu o líquido e chorou ao voltar a respirar.

“Quando eu vi o João Lucas expelir o líquido no meu braço e voltar a respirar, a sensação foi de alívio e dever cumprido. Já prendi muita gente, mas essa ocorrência foi com certeza uma das mais marcantes pra mim que sou pai. Eu sempre fico muito feliz quando vejo esse tipo de ocorrência, é a efetivação do nosso lema, servir e proteger. A maioria da população só vincula nossa imagem com a repressão, mas estamos prontos para também servir de diversas outras formas, seja prestando primeiros socorros, seja dando palestras educativas, ou até segurando o trânsito para um idoso ou cadeirante atravessar”, contou.

Ao voltar a respirar, o bebê foi encaminhado pelos militares imediatamente para o Hospital Oswaldo Cruz, onde recebeu os cuidados necessários. A criança foi submetida a um processo de aspiração do restante do liquido engasgado, fez exame de raio-x nos pulmões, em que foi descartada alguma complicação. O recém-nascido já recebeu alta médica e está em casa.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here