Casa Própria: Homem suspeito de aplicar golpe

Mais de 60 pessoas, na esperança de conseguir a casa própria, teriam sido vítimas do golpe em Rondonópolis

3582
O suspeito Wilson Costa de Oliveira, de 55 anos, foi detido na manhã de ontem. Ele alegou na polícia que também é vítima – Divulgação

A Polícia Militar (PM) prendeu ontem (4), em Rondonópolis, um homem suspeito de praticar estelionato contra um grupo de moradores da cidade, estimado em pelo menos 60 pessoas. Somente na tarde de ontem, 21 possíveis vítimas procuraram a delegacia para prestar queixa contra Wilson Costa de Oliveira, de 55 anos, que estaria negociando casas financiadas pela Caixa Econômica Federal (CEF), com preços atrativos, e cobrando uma espécie de caixinha para que o investidor tivesse preferência em uma lista de compras.

Algumas pessoas relataram terem repassado R$ 500, outras R$ 1 mil e há casos em que mais de R$ 2 mil foram pagos ao homem. Para ludibriar os possíveis compradores, ele chegava a mostrar as casas que estariam à venda, em dois residenciais em construção na cidade, que na verdade são imóveis de construtoras de Rondonópolis.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Whatsapp: (66) 98124.0013


 

A possível participação de duas mulheres, que se diziam funcionárias da CEF, usando inclusive uniformes do banco, atuando junto ao suspeito, deve ser investigada.

Na delegacia, ao ser questionado se realmente estava aplicando um golpe, o homem disse que também havia sido enganado por essas duas mulheres, e que também é uma vítima na história. Várias vítimas já haviam procurado a CEF em busca das duas supostas funcionárias, e foram informadas de que elas não trabalhavam no banco.

Os golpes aplicados na cidade teriam começado há aproximadamente quatro meses. O homem oferecia as casas, mostrava as residências e cobrava documentos pessoais e uma entrada simbólica para garantir que o comprador teria prioridade na hora de financiar o imóvel junto a CEF. Contudo, os prazos para que os moradores efetuassem o negócio eram sempre mudados, o que acabou gerando a desconfiança de muitos.

Uma das vítimas acabou seguindo o suspeito após o mesmo receber R$ 500 de sua esposa no suposto negócio, e chegou até uma casa na Vila Olinda. Procurando pelo homem no local, ele percebeu a fuga e seguiu o suspeito até o Loteamento Chácaras Paraíso, local em que junto à outras pessoas afetadas pelo golpe, que já haviam sido informadas via WhatsApp a localização do suspeito, conseguiu deter o homem e chamar a polícia.

Conduzido para a delegacia, a PM registrou o boletim de ocorrência (BO) e também arrolou todas as vítimas presentes no local para que sejam ouvidas durante a investigação, que será conduzida pela Polícia Civil (PJC). Além das mais de 20 possíveis vítimas localizadas somente ontem, acredita-se que o número de afetados possa passar de 60, já que segundo os presentes, somente em um único local ele teria conseguido enganar 40 pessoas de uma única vez.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here