Anel Viário: situação insustentável e que pode se prolongar por muito mais tempo – Arquivo

 

Thiago Muniz, vereador: “trata-se de uma obra emergencial” – Arquivo

O vereador Thiago Muniz (DEM) se mostrou preocupado com a possibilidade de a obra de recuperação do pavimento do Anel Viário tenha início, de fato, depois do começo do período chuvoso. A obra seria licitada inicialmente no último dia 17, mas essa licitação foi cancelada e um novo certame foi marcado para o dia 25 de julho, o que pode levar o recapeamento a só ter o início efetivo no mês de setembro, por conta dos prazos legais de uma licitação.

Para esclarecer melhor, caso a licitação de fato aconteça na data marcada, 25 de julho, a empresa vencedora terá alguns dias para apresentar toda a papelada para a elaboração do contrato, que não deve ser assinado antes de um prazo de 15 dias a partir da data da licitação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Whatsapp: (66) 98124.0013


 

Essa empresa ainda terá um prazo, que pode ser de até 30 dias, para mobilizar o maquinário e o pessoal necessário para a consecução da obra, o que nos remete à ideia de que no melhor dos cenários, e se tudo funcionar como normalmente não acontece no serviço público, o serviço só teria início após o dia 10 de setembro, quando começa o período das chuvas, que dura até meados do mês de abril do ano seguinte.

“Eu entendo que ali é uma obra emergencial e que o governo tem que dar a maior prioridade possível para isso. Então, como vereador e representante dos cidadãos de Rondonópolis, eu espero que esse trecho seja recapeado o mais rápido possível. Coisa que, aliás, a gente já vem cobrando há algum tempo. Ficamos de mãos atadas quando se trata de trâmite burocrático, que depende exclusivamente do Governo do Estado. Mas eu tenho feito, assim como outros colegas vereadores, a cobrança, mas como houve a troca de governo, até o governador tomar pé das coisas demora um pouco, no entanto, torcemos para que isso seja resolvido o quanto antes e inclusive antes do período chuvoso, que pode atrapalhar muito a execução da obra”, pontuou.

 

Thiago Muniz afirma que continuará acompanhando o caso de perto e que irá cobrar do governador, que é do mesmo partido que ele, que priorize e procure dar o máximo de agilidade no encaminhamento da recuperação da pista do Anel Viário.

“Até porque, agora vem a safra do milho e a tendência é aumentar muito o fluxo de carretas carregadas ali. Mas eu acho que o governo consegue acelerar tudo e realizar esses reparos ainda este ano”, concluiu o vereador, em tom mais otimista.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here