Tópicos

827

POGUBA I
Sobre a obra de duplicação da Avenida Poguba, que foi iniciada mas já parou, a Prefeitura informou que a empresa que está realizando o serviço está aguardando uma licença para que possa descartar o material que está acumulado no local (a terra amontoada). Em relação às arvores, se serão derrubadas ou não, a Sinfra disse que ainda não há nenhuma definição.

POGUBA II
De todo modo, o Município disse que assim que houver uma definição quanto ao descarte do material que está no local, a obra será retomada.

 

CRÍTICAS
Essas obras que são lançadas e param logo em seguida estão gerando uma série de críticas à gestão Municipal. Só na última semana, reportagens do A TRIBUNA que falaram sobre a duplicação parada da Poguba, da paralisação das canaletas no Centro e do alambrado da Avenida Beira Rio não concluído até agora, os comentários negativos foram muitos. Alô, “staff”! É hora de agir!!!

 

FALANDO…
Falando nisso, durante sua visita a Rondonópolis, o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, fez uma fala que serviu para muitos que estavam na mesa de autoridades…

 

DISSE
Disse ele que lançar várias obras ao mesmo tempo, só para fazer volume, é um modelo que só gera fracasso e desperdício de dinheiro público. Será que foi indireta para alguém!?

 

ALAMBRADO
Falando sobre o alambrado da Avenida Beira Rio, o empresário Clebson de Matos, da Criart Telas, entrou em contato com a redação e informou que o alambrado da rotatória da Avenida Poguba até a BR-364 é executado pela empresa dele, sendo uma obra particular, não tendo ligação com o restante da obra na avenida (entre a Poguba e a ponte da Lions), esta contratada pela Prefeitura. Está feita a correção!

 

EITA
Com essa informação nova, ficamos ainda mais espantados com o valor da obra do Município, que atende portanto somente o trecho entre a ponte e a Avenida Poguba. Quase R$ 800 mil, eita alambrado caro!!!

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here