Agentes da Polícia Federal em operação – (Foto: Polícia Federal)

 

Agentes federais da Delegacia de Polícia Federal de Rondonópolis realizaram, ontem (6), uma operação policial, com o objetivo de desarticular uma associação criminosa voltada para a lavagem de dinheiro na região, utilizando a comercialização de agrotóxicos adulterados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Whatsapp: (66) 98124.0013


 

Segundo divulgado pela PF, foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão, além do sequestro de bens no valor de aproximadamente R$ 10 milhões. Nenhum nome de envolvido ou empresa investigada foi divulgado pela Polícia Federal.

Operação foi deflagrada na manhã de ontem (6), pela Polícia Federal de Rondonópolis

Ainda conforme a PF, os envolvidos foram identificados após análise de movimentações financeiras suspeitas, sem relação lícita que justifique as transações, as quais permitiram identificar origem e destino de valores provenientes da venda de agrotóxico ilegal. Alguns dos investigados possuem antecedentes por comercialização de agrotóxicos contrabandeados.

 

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Rondonópolis e as ordens judiciais cumpridas na cidade, em Dionísio Cerqueira (SC), Goiânia (GO) e Santana do Araguaia (PA). A PF não especificou quantos mandados foram cumpridos somente em Rondonópolis.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. concordo com vc aqui no estado de são paulo, é assim tbm….Puro sigilo, agora se for como disse ladrão pobre….de merrecas, sai DNA, familia até os últimos genitores…VERGONHA….

  2. QUANDO O PRESO É COLARINHO BRANCO, TERNO E GRAVATA, O NOME JAMAIS É CITADO. JÁ COM LADRÃO DE GALINHA ATÉ O DNA É DIVULGADO. SÃO OS EXTREMOS DA NOSSA JUSTIÇA, EM QUE AS ESQUERDAS, PT, PSDB E PCdB) IMPUNHA SUAS LEIS AI BEL PRAZER POR MAIS DE DUAS DÉCADAS NO PODER. DEU MERDA.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here