Polícia Civil deflagra operação e prende sete suspeitos em Itiquira

1771
Os presos são acusados de envolvimento nos crimes de furto, tráfico de drogas e contrabando – Divulgação

 

A Polícia Judiciária Civil de Itiquira deflagrou a Operação Irmãos, na manhã desta sexta-feira (17/05), para o cumprimento de seis mandados de prisão preventiva, por envolvimento nos crimes de furto, tráfico de drogas e contrabando que ocorreram no município.

Ao todo, sete suspeitos foram presos, seis por mandado de prisão e um em flagrante por posse de munição e contrabando. Foram presos Cleverson Diego Serafim Morais, Adenilson Pereira Campos, Aleff Roger Camargo, Antonio Camargo Neto, Edenir Carlos Campos, Andre da Silva Braga e Maciel Silva de Lima.

Com os suspeitos foram apreendidos R$ 3.425,00 em dinheiro, R$ 4.500,00 em folhas de cheque, 17 pacotes de cigarro, quatro munições calibre 22, três relógios de pulso, celulares, além de uma máquina de choque.

Participaram da Operação o efetivo de 26 policiais civis da Delegacia Regional de Itiquira.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Uma pena que não noticiam que nenhuma dessas pessoas permaneceram presas por falta de provas. E que realmente levaram essa quantia em dinheiro de alguém que não é investigado e tem como comprovar renda e origem do dinheiro. Não noticiam que fizeram busca em local sem mandato desrespeitando o local de trabalho de quem não é investigado. Desde quando é crime e precisa apreender um relógio de pulso de alguém que trabalhou muito pra conquistar. E se 17 pacotes de cigarro Fox em uma lanchonete for contrabando, fechem todos os estabelecimentos da cidade pois é hábito costumeiro da comercialização dessa marca, inclusive em mercados além dos bares e lanchonetes. O nome disso é perseguição isso sim!

  2. A polícia precisa fazer operações rotineiras em favor da comunidade.
    E um dos locais onde se deveria fazer operações contra diversos crimes é o camelódromo. Estive algumas vezes naquele local com minha filha de 2 anos e achei absurdo como os próprios lojistas, funcionários e clientes fazem uso de narguilé em espaço fechado como aquele: é um fumacê sem fim. Esse é apenas um dos crimes graves que existe por lá.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here