Investimento de 9,5 Bilhões: Audiência pública em Alto Araguaia debateu impacto ambiental

31
Audiência pública realizada em Alto Araguaia reuniu diversas autoridades políticas do Estado

O governador Mauro Mendes participou da audiência pública de avaliação de impacto ambiental da implantação de uma fábrica de celulose na cidade de Alto Araguaia, localizada na região polarizada por Rondonópolis, na noite desta sexta-feira (22).

Segundo o governador, o Estado precisa ser parceiro de empreendimentos que tragam emprego, renda e riquezas para a população de Mato Grosso, desde que sejam respeitados todos os ditames legais e as normativas exigidas pelos órgãos ambientais, como a Secretaria de Estado de Meio Ambiente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

“Este é hoje o maior empreendimento que se pretende licenciar, nesse momento, que está em curso em Mato Grosso. É o maior empreendimento privado que tenho conhecimento, que está em curso para licenciamento e implantação no Brasil. E um empreendimento dessa natureza tem que merecer de todos nós o apoio, a atenção e o cuidado para que as coisas aconteçam corretamente”, disse, destacando a importância de que seja seguido o “estrito e fiel cumprimento do mais absoluto rigor da legislação”.

“É necessário observar as leis para que esse empreendimento possa transcorrer e cumprir o seu rito, para que ao final, se for uma decisão técnica, que cumpra os requisitos legais, que ele possa obter a licença e dar os próximos passos nas obras e entrar em funcionamento”.

O governador destacou que esse empreendimento irá modificar a região do Araguaia. “Fico muito feliz que em um momento como esse, as pessoas estejam acreditando em Mato Grosso”, ressaltou.

“Vamos produzir 2 milhões de toneladas por ano de celulose branqueada de eucalipto. O nosso investimento é na ordem de R$ 9,5 bilhões”

De acordo com as informações prestadas por Gilberto Goellner, CEO da Euca Energy – que pretende instalar a fábrica – serão gerados cerca de 8 mil empregos diretos durante a fase de construção da obra.

O empreendimento irá produzir celulose branqueada e quando estiver em operação deverá gerar 1.200 empregos para a região do Alto Araguaia. “Vamos produzir 2 milhões de toneladas por ano de celulose branqueada de eucalipto. O nosso investimento é na ordem de R$ 9,5 bilhões”, informou.

“Escolhemos a cidade de Alta Araguaia porque aqui encontramos o local ideal para a produção e acreditamos muito nessa região”, ponderou.

O deputado federal Juarez Costa, que também participou da audiência, ressaltou a importância do empreendimento. “Estamos falando de uma obra, de uma empresa que vai gerar 8 mil empregos diretos na construção. Precisamos trabalhar por essa região melhorando os serviços públicos. E é necessário que a população esteja preparada. É o momento de viver essa transformação”.

“Escolhemos a cidade de Alta Araguaia porque aqui encontramos o local ideal para a produção e acreditamos muito nessa região”

 

O deputado estadual Ondanir Bortolini, o Nininho, também destacou que os Poderes precisam ser parceiros de iniciativas como essa, que agregam valor para a região e melhoram a qualidade de vida da população.

De acordo com o prefeito Gilberto Melo, a cidade ansiava por uma iniciativa como essa, principalmente após a queda da arrecadação por conta da mudança no sistema ferroviário, com a extensão da linha até a cidade de Rondonópolis. “Mas, nós acreditávamos que era possível melhorar. E hoje temos um dos maiores empreendimento para ser construído na nossa cidade”, frisou.

Também participaram da audiência pública todos os prefeitos da região e os deputados Neri Geller e José Medeiros, além dos deputados estaduais Xuxu Dal Molin, Delegado Claudinei e Thiago Silva.

4 COMENTÁRIOS

  1. Eita Zé do Pátio, uma industria deste porte e você perdeu, quando você vai arrumar a vergonha que é o nosso Distrito Industrial, mas arrumar de verdade.

  2. Estranho esta noticia , não foi divulgada nome de empresa no Brasil existe poucos grupos com este potencial de investimento em celulose, no mercado deste produto destaca-se quatro ou cinco grupos.
    no caso desta de Alto Araguaia não falam qual é.

    • …De acordo com as informações prestadas por Gilberto Goellner, CEO da Euca Energy – que pretende instalar a fábrica –… (5. parágrafo).

      EUCA ENERGY

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here