Leilão do “Maestro Marinho Franco” ocorre nessa sexta (15)

Grupo de Mulheres acredita que concessão do espaço vai ser uma boa solução para o aeroporto de Rondonópolis

0
Concessão de três blocos de aeroportos está marcada para amanhã (15), às 10h, na Bolsa de Valores de São Paulo

O leilão da concessão de três blocos de aeroportos brasileiros, incluindo o aeroporto Maestro Marinho Franco, de Rondonópolis, está marcado para amanhã (15), às 10h, na Bolsa de Valores de São Paulo. Na terça-feira (12), as empresas e consórcios já apresentaram as propostas em duas vias, em envelopes lacrados. Em novembro, conforme o anúncio feito pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), do Governo Federal, o investimento previsto para os três blocos é de R$ 3,5 bilhões ao longo dos 30 anos de concessão e a outorga mínima de R$ 219 milhões, à vista.

“Nós estamos lutando por isso há três anos, porque acreditamos ser uma boa solução para o aeroporto de Rondonópolis. Esperamos que um grupo bom,
um grupo grande, arremate”

– Mara Lídia Jerônimo (grupo Mulheres em Prol de Rondonópolis)

A reportagem conversou com Mara Lídia Jerônimo, do Grupo de Mulheres em Prol de Rondonópolis, que destacou que todas as integrantes estão bastante esperançosas com a realização do leilão. “Nós estamos lutando por isso há três anos, porque acreditamos ser uma boa solução para o aeroporto de Rondonópolis. Esperamos que um grupo bom, um grupo grande, arremate”, contou. Nos últimos meses, sete grupos nacionais e internacionais visitaram o aeroporto local para conhecer a realidade e as expectativas quanto ao leilão são positivas.

A concessão para iniciativa privada pode por fim aos problemas do aeroporto local, que é administrado pela Prefeitura Municipal que, ao longo dos anos, demonstrou incapacidade nessa gestão, como pode ser observado com inúmeros problemas, desde insegurança para os voos até falta de cadeiras.

Em Mato Grosso, além do aeroporto de Rondonópolis, os de Cuiabá, Sinop e Alta Floresta também estão no pacote de concessão. O investimento projetado para o Estado é de R$ 770 milhões ao longo da concessão de 30 anos.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here