Recuperação: Bolsonaro inicia dieta líquida; ainda não há previsão de alta

4
O presidente Jair Bolsonaro iniciou ingestão de líquido por via oral – Foto: Arquivo

São Paulo

O presidente Jair Bolsonaro iniciou ingestão de líquido por via oral, de acordo com boletim médico divulgado pelo hospital Albert Einstein, onde está internado desde o último dia 27. O aumento da movimentação intestinal possibilitou a ingestão de líquidos, em associação à nutrição parenteral.

Até ontem à tarde, houve a ingestão de copos de água de 20ml, informou o porta-voz da presidência Otavio do Rêgo Barros, acrescentando que o organismo do presidente tem se comportado bem após as ingestões.

Segundo boletim de ontem, os exames laboratoriais já apresentaram melhora. Não há previsão de alta, o que só deve ocorrer após o tratamento de sete dias com antibióticos.

REPOUSO

As caminhadas do presidente fora do quarto estão suspensas, no entanto ele realiza fisioterapia respiratória e motora com aparelhos.

Bolsonaro permanece internado na unidade semi-intensiva e, por ordem médica, as visitas permanecem restritas. “O corpo médico ainda advoga que ele deve manter-se em estado de repouso para que a curva de evolução positiva possa configurar-se nos próximos dias”, disse Rêgo Barros. O porta-voz disse que ele se comunica com ministros pelo telefone.

O presidente continua sendo tratado com antibióticos e com dreno no abdômen, que foi colocado nesta segunda-feira para a retirada de líquido. “Houve melhora do seu estado de saúde nas últimas 24 horas, evoluindo sem dor, afebril e com redução da coleção líquida no abdome”, disse.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here