Foto: Divulgação

Em um comunicado no início da noite de ontem (4), a nova gestão do Governo do Estado de Mato Grosso confirmou que o pagamento dos salários dos servidores, referente ao mês de dezembro, será feito no esquema de escalonamento. Além disso, os servidores que ainda não receberam o 13º salário vão ter o pagamento parcelado em quatro vezes.

Segundo o novo Governo, Mato Grosso encerrou o ano de 2018, em dados ainda não fechados, com dívidas acumuladas que giram em torno de R$ 2 bilhões. Esse valor se refere a folha de pessoal, custeio e investimentos, entre outros. O não recebimento do FEX (Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações) e a não renovação do Fethab (Fundo Estadual de Transporte e Habitação) 2 também são apontados como fatores para a queda na receita.

Devido a esse cenário, segundo o Governo do Estado, o pagamento dos salários de dezembro dos servidores ativos e inativos, no valor total líquido de R$ 552.530.556,82, será pago em três etapas. No próximo dia 10 de janeiro, todos os 33.473 aposentados e pensionistas, independente do valor dos proventos (no valor total de R$ 177.108.626,90) e aproximadamente 43 mil servidores em atividade que recebem até R$ 4 mil líquidos e seus pensionistas (totalizando R$ 168.586.734,02). Já no dia 24 de janeiro, o pagamento será efetuado para 16.531 servidores em atividade que recebem até R$ 6 mil líquidos (no valor de R$ 73.150.206,68) No dia 30 de janeiro, os demais 13.063 servidores ativos recebem o salário (no valor total de R$ 133.684.989,22).

Já o 13º salário remanescente de 2018, no valor de R$ 127.206.023,59, será pago em quatro parcelas, sendo a 1º dia 31 de janeiro; a segunda dia 28 de fevereiro; a terceira dia 31 de março e a quarta dia 30 de abril. A novidade também fica por conta da mudança na forma do pagamento do 13º em 2019. Se antes ele era pago no mês do aniversário, agora será para todos os ativos e inativos no mês de dezembro do ano corrente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here