Associação dos Surdos de Rondonópolis comemorou o “Dia Nacional do Surdo” com uma atividade festiva – Fotot: Divulgação

O presidente da Associação dos Surdos de Rondonópolis (ASSUROO), Sérgio Gonçalves, esteve no Jornal A TRIBUNA para falar da festividade em que se comemorou o “Dia Nacional do Surdo” (26 de setembro), que ocorreu no Centro Cultural José Sobrinho, bem como fazer um apelo às famílias dos surdos. “Estimamos que na região de Rondonópolis e municípios vizinhos tenham milhares de pessoas com alguma dificuldade auditiva. No entanto, acreditamos que muitas famílias ainda estão escondendo pessoas com esta deficiência com vergonha ou por medo da sociedade. Quero dizer a estas famílias que não escondam os surdos. Queremos que sejam apresentados à nossa sociedade para participarem das ações de integração com a população e tenham garantidos os seus direitos”, disse por meio de intérprete.

Segundo Sérgio Gonçalves, no passado, a comunidade surda sofria bastante com a falta de intérprete nas escolas e no dia-a-dia. “Hoje a nossa situação está bem diferente, pois temos intérpretes nas escolas e os voluntários que facilitam a nossa comunicação. As coisas estão mudando e as famílias de surdos precisam acreditar e apresentar os seus integrantes na sociedade. A nossa associação tem muitos projetos e atividades esportivas para os surdos. Além de tudo, a nossa união tem nos feito fortes na sociedade, apesar da surdez”, externou.

Hoje a Associação possui cerca de 300 integrantes. Porém, funciona apenas em uma sala no Núcleo dos Conselhos. “A luta da entidade é pela construção de sua sede. Com estrutura, a comunidade surda estará mais amparada para desenvolver as suas atividades e receber seus associados e a comunidade surda em geral. Atualmente a nossa luta é para a doação de um terreno e recursos para a construção”, disse a intérprete voluntária Rosimeire Prado.

Associação dos Surdos de Rondonópolis comemorou o “Dia Nacional do Surdo” com uma atividade festiva com apresentações de teatro, danças e outras atividades no Centro Cultural José Sobrinho. Em visita ao A TRIBUNA, estiveram o presidente da Associação, Sérgio Gonçalves, o associado a entidade Claudionor Bauer e os intérpretes voluntários Rosimeire Prado e Genival Pio de Lima.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui