Perícia indica que menina morreu por asfixia

3
Foto: Ilustrativa/Arquivo/SESP-MT

São paulo

As primeiras provas colhidas por peritos do Instituto de Criminalística (IC) da polícia de São Paulo indicam que a adolescente Vitória Gabrielly foi morta por asfixia e não por estrangulamento.

Vitória tinha uma meia na boca, o que indica morte por asfixia. O Instituto de Criminalística investiga se essa meia tinha algum produto químico que possa ter induzido ou acelerado a morte, e também busca material de DNA nas cordas e nas roupas.

O corpo da jovem estava amarrado a uma árvore. Uma pessoa cortou as cordas antes da polícia chegar. Ela tinha marcas nos tornozelos e nos punhos e não tinha sinais de estrangulamento nem de abuso sexual.

A Polícia Civil analisa mais de 300 horas de gravações de câmeras de segurança para tentar identificar o carro usado no crime.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here