SD cogita lançar dois pré-candidatos na região

7
Pedro Augusto, secretário do SD municipal: “somente uma pré-candidatura não conseguiria aglutinar o espólio de votos do atual prefeito” – Foto: Roberto Nunes/A TRIBUNA

O Partido Solidariedade poderá lançar dois pré-candidatos a deputado estadual na região de Rondonópolis. Anteriormente, estava definido apenas a pré-candidatura do vice-presidente estadual do partido, Valdir Coreia. No próximo dia 5 de maio, das 8 às 18 horas, na sede do SD, ocorrerá uma reunião dos militantes da sigla para eles decidirem qual outro nome será lançado como pré-candidato. A informação foi repassada ontem (27) pelo secretário geral do Solidariedade municipal, Pedro Augusto Carvalho de Araújo.

Ele explica que foi avaliado que somente uma pré-candidatura não conseguiria aglutinar o espólio de votos que o atual prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) teve ao longo de suas candidaturas a deputado estadual. “Nas eleições de 2014, Zé do Pátio teve quase 15 mil votos se elegendo deputado estadual. Em eleições anteriores teve até 20 mil votos somente em Rondonópolis. Então temos esta oscilação entre 15 a 20 mil votos deixados por Zé do Pátio, mas que podem eleger os candidatos apoiados pelo seu partido”, disse Pedro Augusto.

De acordo com o secretário do SD, a segunda pré-candidatura a estadual na região poderá ser um dos quatro vereadores do partido: Orestes Miráglia, Juary Miranda, Batista da Coder, ou Vilmar Pimentel. Além de um dos vereadores, outro nome que será avaliado para concorrer às eleições é do Pastor Erlan Pereira da Silva. “Os vereadores vão definir entre eles um nome que ao lado do pastor Erlan será avaliado pela militância do partido presente na reunião”, ressaltou Pedro Augusto.

O Partido Solidariedade tem definido o nome do pré-candidato a deputado federal pela sigla nas eleições de outubro deste ano o atual deputado estadual Leonardo Ribeiro Albuquerque, conhecido como Dr. Leonardo, que era filiado ao PSD. No estado de Mato Grosso, o partido terá apenas um candidato a deputado federal. Para a disputa estadual, estão sendo articuladas candidaturas em cada uma das cidades polos de Mato Grosso, agora com diferenciação em Rondonópolis, que poderá ter duas pré-candidaturas. A meta do SD é eleger um deputado federal e até três estaduais.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here