Conab prevê aumento de 1% a 2% de área com soja

1
Área plantada de soja para a safra 2016/17 em Mato Grosso poderá atingir 9,231 milhões de hectares; safra 2015/16 foi de 9,140 milhões de hectares
Área plantada de soja para a safra 2016/17 em Mato Grosso poderá atingir 9,231 milhões de hectares; safra 2015/16 foi de 9,140 milhões de hectares

A estimativa de área plantada de soja para a safra 2016/17 em Mato Grosso poderá atingir 9,231 milhões de hectares, representando um aumento de até 2% em relação a safra passada. É o que aponta o 1º levantamento da safra para este período, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).
Segundo a Conab, o estado de Mato Grosso se destaca com a maior área plantada de soja e apresenta crescimento acentuado influenciado pela abertura de novas áreas, além de ser uma boa alternativa para a rotação com outras culturas. A região do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) também tem demonstrado potencial para o cultivo da soja principalmente por sua geografia estratégica e condições climáticas favoráveis, resultando em estimativas crescentes de área plantada.
Quanto à cultura do algodão, a estimativa de área plantada para a safra 2016/17 em Mato Grosso poderá variar entre 594,8 mil e 618,8 mil hectares, representando em um decréscimo de -1% a crescimento de 3% em relação a safra passada. No Brasil, a área plantada se concentra em Mato Grosso e na Bahia, por apresentarem condições e climáticas favoráveis à tecnificação. No entanto, para a safra 2016/17 se estima a redução da área plantada na Bahia, principalmente pelos problemas climáticos nas últimas safras, ocasionando a retração da área nacional.
No geral, segundo a Conab, Mato Grosso poderá atingir a colheita total de 53,261 milhões de toneladas de soja, milho, algodão, girassol, sorgo, arroz e feijão na temporada 2016/2017, indicando que o volume mínimo assegurado por essas lavouras pode chegar a 52,848 milhões de toneladas. Dessa forma, o estado apresentaria uma produção entre 21,7% a 22,7% superior a quantidade obtida na safra 2015/2016. A área plantada com todas essas culturas poderá atingir 14,206 milhões de hectares, ou um aumento de 1,5%.
NACIONAL – No Brasil, a estimativa da produção de grãos para a safra 2016/17 poderá ficar entre 210,5 e 214,8 milhões de toneladas. Com isso, o crescimento poderá ser de até 15,3% em relação à safra anterior 2015/2016, que foi de 186,4 milhões.
O arroz apresenta retomada nas áreas não cultivadas na safra anterior, com uma produção entre 11,6 e 12 milhões de toneladas. Com relação ao feijão primeira safra, o forte incremento de área poderá refletir numa produção de 11,9 a 18,7% superior à safra passada. Já o milho, também primeira safra, deverá ter produção superior à anterior, após três anos consecutivos de queda.
A projeção para a soja é de crescimento de até 6,7 a 9% na produção, podendo atingir de 101,8 a 104 milhões de toneladas. O amendoim deve ter uma produção de 408,8 a 421 mil toneladas, incrementada pelo ganho de área e produtividade. O levantamento também indica um aumento na produção de algodão.
Área – A área plantada está prevista se situar entre 58,5 e 59,7 milhões de hectares no Brasil. O crescimento previsto poderá ser de até 2,3% se comparada com a safra 2015/16, que teve 58,3 milhões de hectares. Com exceção do algodão, todas as demais culturas de primeira safra tiveram incremento de área plantada.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here