obras-de-canalizacao-do-canivete-19-02-16

Mais uma tentativa para concretizar o projeto de canalização do Córrego Canivete, em Rondonópolis, está sendo posta em prática pelo Governo do Estado. Uma nova licitação para execução da obra foi realizada ontem (14/09) pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso (Sinfra). A empresa selecionada foi a Zavattaro Engenharia e Construções Eireli, com sede em Curitiba (PR), que apresentou proposta de preço no valor de R$ 13.417.480,17 para execução dos serviços.
A licitação foi do tipo “menor preço” e tinha um valor inicial estimado de R$ 13.889.730,96. Segundo o edital de licitação, a empresa contratada terá de executar serviços de canalização com pedra argamassada no Córrego Canivete, pavimentação asfáltica tipo TSD com capa selante e galerias de águas pluviais nas ruas adjacentes. Agora o resultado do certame vai para homologação e adjudicação. Após a assinatura do contrato, o prazo de vigência é de 450 dias.
Apesar da realização da licitação, a Sinfra informou ao Jornal A TRIBUNA que está avaliando tecnicamente a possibilidade de iniciar os serviços ainda em 2016, considerando, por exemplo, variáveis como as dificuldades financeiras enfrentadas pelo Estado de Mato Grosso e as condições técnicas relacionadas ao tempo, uma vez que o período chuvoso está se aproximando. Contudo, o edital informa que maior parte dos recursos para as obras é proveniente de convênio federal, perfazendo um total de R$ 13.195.244,41.

Apesar da realização da licitação, a Sinfra informou ao Jornal A TRIBUNA que está avaliando tecnicamente a possibilidade de iniciar ou não os serviços ainda em 2016
Apesar da realização da licitação, a Sinfra informou ao Jornal A TRIBUNA que está avaliando tecnicamente a possibilidade de iniciar ou não os serviços ainda em 2016

As obras de canalização do Córrego Canivete se arrastam desde 2010, quando foi dada a primeira ordem de serviço para o projeto. Nesse período todo, foram concluídos pouco mais de 300 metros do total de 2 quilômetros previstos no projeto original. Desde o lançamento das obras, no Governo Blairo Maggi, a sociedade recebeu mais de uma dezena de promessas quanto à retomada e conclusão dos serviços, mas sempre esbarravam em entraves e problemas diversos. No início, o custo estimado foi superior a R$ 16 milhões [o valor diminuiu pois parte do serviço foi realizado].
Desde o começo deste ano estava sendo aguardada a nova licitação das obras de canalização do Córrego Canivete. Uma nova licença ambiental autorizando a continuidade da obra foi necessária, já que a primeira estava vencida.
A canalização do Córrego Canivete se faz necessária para evitar alagamentos de várias moradias nos bairros por onde passa, como Jardim Tropical, Vila Ipê, Luz D’Yara, entre outros.

1 COMENTÁRIO

  1. Será que desta vez a obra sai do papel, pois de promessas estamos cansados de ouvir. Obra essa de apenas 2 km sendo enrolada por 6 anos. Vergonha e descaso é pouco!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui